FanFictions Wonderland

Gostas de escrever e/ou ler FanFics? Então junta-te a nós e entra neste mundo de Kpop, Jmusic e fantasia ^-^
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [Vários Kpop] Playing With Fire

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
LaLa
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 551
Data de inscrição : 26/06/2010
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sab Nov 06, 2010 8:02 pm

Depois de ler tudo ohhh yeeee isto está super hiper mega ri-altamente *apanha*
Ahahha o Kyu vai amolecer quando descobrir que a Mintae foi para o hospital , tadinha Sad
A Kim è a parte coraçoes do grupinho ahm ?!?!?
Xiii coitada do Pon a fazer o trabalhinho de casa

Opa Marta-chan eu gosto tanto das tuas ideias , continua sim ?^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sab Nov 06, 2010 11:14 pm

Nhai *-*
Eu fico feliz que estejam a gostar da fic *-*
Mais um ^^

4.

Tinham passado quase duas horas desde que tinham chegado ao hospital e até agora ainda ninguém lhe tinha dito nada acerca do estado da rapariga e Taecyeon começava já a desesperar.

Levou as mãos às têmporas, massajando o local. Tentava perceber como é que tinha feito uma burrada daquelas quando foi interrompido por uma enfermeira.

- Senhor Ok Taecyeon? – A mulher procurou certificar-se.

- Como é que ela está? – Ele apressou-se a perguntar.

- Estável, mas a dormir. Se quiser pode entrar para vê-la.

O rapaz seguiu a enfermeira até ao quarto onde a morena descansava. Uma coisa que tranquilizou o jovem polícia foi o facto de ela não estar ligada a qualquer tipo de máquinas nem entubada. Era sinal que não tinha sido tão grave assim.

Apenas tinha a tapar o corte da testa, uma compressa, e uma ligadura no braço esquerdo para tapar outros pequenos cortes resultantes do vidro partido.

A enfermeira deixou-o sozinho no quarto e ele aproximou-se da cama da rapariga. Um pouco a medo, pousou a mão por cima da dela.

- Desculpa… - Sussurrou baixinho para não a acordar. – Aish! Eu não sei como deixei isto acontecer! Logo eu que devia dar os melhores exemplos! Nunca me vou perdoar…

Ela permaneceu imóvel e o polícia deteve-se a observá-la. Os lábios rosados e o cabelo castanho contrastavam com a pele branca. Tinha uma expressão serena.

Quem seria aquela pessoa a quem ele quase tinha tirado a vida? Quem estaria preocupado com ela àquela hora? Pais, irmãos, amigos, um namorado talvez…
Foi com essas questões todas que, ao sentar-se numa cadeira ao lado da cama, adormeceu, encostado sobre o colchão.

~~

- Não vale a pena, ela não atende… - Pon suspirou enquanto atirava o telemóvel para o sofá. Já tinha perdido a conta às vezes em que tentava contactar Mintae, mas esta nunca atendia.

- Aish! – Kyuhyun levantou-se, cada vez mais furioso. – Quando a Mintae chegar a casa eu nem sei o que lhe faço!

- Não sejas assim Kyu-baby! Ela só foi dar uma volta… não tem mal… não sejas egoísta! – Kim interferiu.

- Não a defendas Kim! Eu bem sei que tu foste com ela no outro dia!

- A Min sabe o que faz Kyu… já alguma vez ela te deixou ficar mal? – Desta vez foi Miya a manifestar-se.

- Em vez de me perguntares como correu a minha “reunião” – Kim fez sinal de aspas com os dedos – com o TOP ficas aí a moer-te por nada!

- Como é que foi?

- Nós estamos a entender-nos bem… Ele está disposto a pagar uma quantia elevadíssima para eu fazer alguém desaparecer… Parece um desafio interessante.

- Mas ele ainda não te explicou pormenores?

- Não. Para isso é que eu vou jantar amanhã com ele…

- Outra vez? – O mais velho admirou-se.

- Sim, outra vez…

- Esse Seunghyun já anda a abusar!

Kim revirou os olhos.

- Se nós saímos, é porque saímos… se vamos trabalhar, é porque vamos trabalhar! Juro que não te compreendo Cho Kyuhyun! – Pon manifestou-se.

- Boa maknae! Agora é que disseste a coisa certa! – A loira levantou-se para abraçar a mais nova.

- Eu digo sempre as coisas certas! – Pon afastou-se do abraço.

- Ahh… só às vezes Pon-chan… ainda tens muito que aprender…

- Não comeces com isso Kim!

- Eu gosto tanto de te chatear Pon.

- Mas eu não!

- Meninas! – Miya interferiu. – Parem lá com isso! Não é melhor irmos dormir? É tarde, a Min deve estar a chegar, o Kyu já está chateado…

- É melhor mesmo! – Doojoon levantou-se de súbito. – Vamos lá todos… tu também Kyuhyun, embora!

- Não, eu vou ficar à espera da Mintae.

- Não vais não. – As três raparigas começaram a puxar o líder escadas acima.

~~

Mintae foi abrindo os olhos devagar. Sentia-se estranha. Doía-lhe a cabeça e o corpo mas não se conseguia lembrar do porquê daquilo.

Olhou à volta tentando reconhecer aquele espaço. Aquele não era o seu quarto e… estava uma pessoa que ela não conhecia encostada à sua cama e com a mão por cima da sua.

Nada daquilo fazia sentido.

- Mas onde é que eu estou? – Perguntou.

Ouvir a voz dela foi o suficiente para que Taecyeon acordasse e se levantasse rapidamente, afastando-se envergonhado.

- O que… quem és tu? – Ela voltou a fazer uma pergunta.

- Eu… sou o Taecyeon. Não te lembras do que aconteceu? – Ela permaneceu calada, ao que ele continuou. – Aconteceu um acidente…

Ao ouvir a palavra “acidente” a mente dela fez um flash e as imagens da noite anterior afloraram na sua cabeça.

- Oh Deus! – Mintae lamentou-se. – O carro do Kyuhyun! Ele vai-me matar! Merda!

- Desculpa. – Taecyeon proferiu.

A rapariga levantou os olhos, encarando o rapaz alto. Os dois ficaram a olhar-se por alguns instantes, até um médico entrar no quarto para examinar Mintae. Taecyeon saiu.

~~

Mesmo preocupada com o desaparecimento de Mintae, Miya não conseguiu deixar de passar pelo hospital logo cedo pela manhã para ver Eunhyuk. Enquanto se dirigia ao elevador, algo chamou a sua atenção.

Um rapaz alto e moreno que estava encostado ao balcão das informações falava com uma enfermeira sobre uma rapariga chamada Mintae que tinha chegado naquela noite, vítima de uma acidente.

A curiosidade de Miya foi-se aguçando e, enquanto ia avançando pelo corredor, ia espreitando para dentro dos quartos, tentando ver se, eventualmente, a sua dongsaeng estava ali.

Chegando à porta do 327, encarou uma rapariga morena. Olhou melhor e entrou. Viu que era mesmo Mintae deitada sobre a cama.

- Min! – Chamou e a rapariga abriu os olhos.

- Miya!

- Omona Min, o que é que aconteceu? – Perguntou preocupada, aproximando-se para a abraçar.

- O Kyu vai matar-me! Eu tive um acidente com o carro dele…

- Estás bem?

- Sim. Mas o carro…

- Que se lixe o carro Min, eu estou preocupada contigo! – A mais velha ralhou. – Como é que aconteceu o acidente?

- Não sei bem. Eu estava a conduzir normalmente e alguém veio contra mim.

- Sabes quem foi?

- Foi… - Mintae hesitou. – Não tenho a certeza…

- Foi um rapaz alto, aquele que estava lá fora?

- Eu… não sei.

- Aish! Se foi ele eu ensino-o a ter mais cuidado…

- Esquece Miya, foi um acidente… - Mintae pediu.

- Primeiro: mesmo que tenha sido um acidente, ele podia ter-te magoado a sério. Segundo: quem te garante que foi um acidente? Tu sabes que o Kyu tem muitos inimigos… E muitos deles sabem que nós trabalhamos para ele…

- Foi um acidente! Sem mania da perseguição Mi-chan, por favor. Agora, leva-me daqui! – Pediu.

- Nem penses! – Miya afastou-se. – Eu não sei se estás bem a sério. E depois, não podemos levantar suspeitas… se um paciente desaparece do hospital eles vão procurar… e quanto menos pessoas atrás de nós melhor, tu sabes Min.

- Merda! – A mais nova bateu com o punho contra a cama.

- Aguenta. E não faças nada estúpido. – Miya avisou. – Eu vou a casa dizer que já te encontrei.

- O Kyu vai matar-me. – Mintae escondeu a cara com o lençol.

- Não vai nada, não te preocupes com isso agora. Descansa. Queres que te traga alguma coisa?

- Preciso que tentem recuperar o meu telemóvel que ficou no carro.

- Certo. Até logo. – Miya saiu do quarto. Voltou a fitar o rapaz moreno, sentado na sala de espera, mas apressou-se até ao elevador.

Assim que as portas deste se abriram, um rapaz loiro saiu lá de dentro tão apressado que acabou por dar-lhe um encontrão.

- Ops! Desculpe! – Ele curvou-se diante de Miya.

- Tudo bem, não faz mal. – Ela sorriu, compreensiva.

O rapaz pediu-lhe mais uma vez desculpa e retomou o seu caminho. Miya entrou no elevador e carregou no botão que a levaria ao rés-do-chão. Antes das portas metálicas se fecharem diante dos seus olhos, ela viu o loiro que acabara de chocar consigo abraçar o moreno sentado na sala de espera.

-Não me posso esquecer da cara destes dois… - Disse para si.

~~

- O que é que aconteceu Taec? – O loiro perguntou quando se afastou do abraço do amigo. – Estás bem?

- Eu não devia ter bebido tanto Khun… eu fechei os olhos por um segundo e tive logo um acidente… feri uma rapariga.

- Eu estive no local até agora… vi o estado dos carros. O dela então… e é um carro caríssimo… eu não sei como é que vais pagar os prejuízos de um Mercedes daqueles…

- Como é que eu pude ser tão irresponsável? – O mais alto bateu com a mão na parede com força.

- Calma, as coisas resolvem-se. O que interessa é que não te magoaste. – Nichkhun pousou a mão sobre o ombro do colega. – E a rapariga?

- Ela parecia bem, mas depois desmaiou… trouxeram-na para cá e esteve a dormir. Tem uns cortes e um hematoma… quando acordou não se lembrava de muito, mas depois acho que sim… olha, eu não sei.

- Tu devias descansar… passaste a noite aqui…

- Eu não consigo sequer pensar em dormir! Mas que merda! Logo agora que eu tenho uma investigação destas na mão é que faço desgraça!

- Pára lá de te martirizar! Vamos beber um café. – Nichkhun tentou convencê-lo.

- Eu vou ver se ela está bem primeiro. – Disse afastando-se em direcção ao quarto.

~~

Miya entrou ofegante na sala. Estavam todos ali, impacientes e preocupados com o desaparecimento de Mintae, excepto Kyuhyun, que se tinha trancado no escritório.

- Encontrei a Min! – Ela anunciou.

- Onde é que ela está?

- Aconteceu alguma coisa?

- Ela está bem?

As perguntas choveram todas ao mesmo tempo.

- Ela está bem. – Miya começou para tentar tranquilizá-los. – Houve um acidente ontem à noite. Alguém chocou contra o carro dela. A Min está no hospital, mas está bem, eu falei com ela. – Informou os restantes.

- Vamos lá então! – Kim quase gritou.

- Eu quero ver a unnie! – Pon disse a seguir.

- Não! Não pode ser assim! Não podemos dar nas vistas, lembram-se? – Miya cortou-as.

- Mas nós estamos preocupados.

- Eu sei… mas ela está bem. – Miya tentou acalmar os amigos. – Doojoon, Pon… façam-me um favor: tentem encontrar o carro da Min e recuperem o telemóvel dela. É importante que ele não caia nas mãos erradas… ou nas mãos da polícia.

- Ok! – Doojoon pegou no braço de Pon e os dois saíram a correr.

- E nós vamos ter de ir contar isto ao Kyu… - A morena suspirou, fitando Kim.

- Ai, vai doer… - A loira queixou-se enquanto começava a andar me direcção do escritório do mais velho. – Nee Miya… Como é que encontraste a Min no hospital?

- Ahm… - A mais velha hesitou. – Eu depois explico Kim… - Disse, batendo à porta.

- O que foi? – As duas ouviram o grito irritado de Kyuhyun do outro lado.

- É sobre a Mintae… - Kim disse, relutante.

- Eu sei onde ela está… - Miya acrescentou.

Após alguns momentos de silêncio, as duas raparigas ouviram o som da porta a ser destrancada e esta abriu-se diante delas.

- Onde raios é que ela se meteu? – Perguntou com os dentes cerrados.

- Hospital. – Miya sibilou baixinho.

- Como? Repete lá isso! – Kyuhyun não queria acreditar no que estava a ouvir.

- Um acidente… ela teve um acidente. Mas está bem!

- Eu quero ver a Mintae agora! Diz-me onde ela está! – Ordenou à morena.

- Eu levo-te lá.

~~

O moreno estava há largos minutos parado à porta do quarto 327 sem coragem para entrar.

- Podes aproximar-te. – Ouviu a voz da rapariga e levantou a cabeça para a encarar. Viu dois olhos chocolate fitando-o. Engoliu em seco e lá se aproximou.

- Eu não sabia se me querias aqui…

- Quero que me expliques porque é que me bateste contra mim. – Ela pediu.

Taecyeon suspirou. Lá teria de contar a infame história outra vez.

- Eu estava a voltar de uma festa. Não devia ter bebido tanto… Sentia-me tonto mas pensei que conseguia chegar a casa. Fechei os olhos durante um segundo e pronto. Não parei no cruzamento e fui contra ti. – Explicou cabisbaixo. – Desculpa. Eu pago-te o carro… vai é demorar um bocado a arranjar o dinheiro todo, mas eu pago… Se eu vender o apartamento e uns terrenos que herdei…

- Deixa lá isso… - Ela sorriu ao vê-lo tão desesperado. Chegava até a ser patético. Num estalar de dedos ela conseguiria dinheiro com mais um dos seus assaltos. Estava mais preocupada com o sermão que ia levar de Kyuhyun por lhe ter desobedecido e pelo valor simbólico do automóvel. Foi o presente que ela, Kim, Pon e Miya ofereceram ao chefe no seu último aniversário, há alguns meses atrás.

- Mas é um carro caríssimo! – O moreno arregalou os olhos.

- O meu avô é rico. – Mentiu.

- Mesmo assim… eu sinto-me em dívida contigo! – Taecyeon insistiu. – Sinto-me tão mal por te ter magoado…

- Mas tu estás assim tão preocupado comigo? – Ela estranhou, já que era raro ver alguém a preocupar-se tanto consigo, ainda para mais um desconhecido. Ao longo dos seus 20 anos, tinham sido poucas as pessoas a querer protegê-la, nem os seus pais quiseram isso e actualmente sabia que podia contar apenas com os cinco companheiros.

- Claro que estou! – Ele disse, elevando o tom de voz. – Não fazes ideia da agonia e do aperto no peito que eu senti quando te vi dentro daquele carro todo amassado! Eu nem sei o que seria se te tivesse acontecido alguma coisa e… - Taecyeon calou-se de repente quando se apercebeu que já estava a divagar e que a morena o observava com uma expressão confusa. – Desculpa, eu estou nervoso…

- Tudo bem… - Mintae desviou o olhar do rapaz à sua frente. – E tu… magoaste-te?

- Eu estou bem…

Um silêncio constrangedor instalou-se no quarto.

- Bem, se calhar é melhor tu descansares. Eu vou… eu… estou ali fora. – Taecyeon disse rapidamente, saindo do quarto.

Cá fora encontrou Nichkhun.

- Vamos beber o tal café? – Perguntou ao loiro.

- Vamos lá! – Os dois encaminharam-se à cantina.

(continua...)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
LaLa
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 551
Data de inscrição : 26/06/2010
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sab Nov 06, 2010 11:57 pm

Buuuuyyyaahhhh ainda bem que a Mintae está bem
O Taec está mesmo preocupado com ela , pobre moço
Epa eu nem quero ver o que a Mintae vai ouvir do Kyu , e estava mal disposto de manha ... silent
Haver se encontram o telemovel da Mintae senão ... ou o Nichkhun já ficou com ele ?!?!?!
Até que tinha a sua piada ... ... ..

Continua sim ?^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Dom Nov 07, 2010 1:39 am

uhhhh ainda nem qe a min ta beeem! *suspiro de alivio*
e sendo qe estou MESMO com pouca imaginaçao para formular um comentario dcecente....continua qe eu tou a amar! xDD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
PonHyunMin
Administradora
avatar

Mensagens : 954
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 24
Localização : Paradise ^-^

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Dom Nov 07, 2010 1:20 pm

Yey, a unnie está bem *dá pulinhos*
Felizmente não lhe aconteceu nada de mais...mas já ao carro não posso dizer a mesma coisa...o Kyu vai-se passar xD Ou então vai estar tão preocupado com a Min que nem se lembra xD
Isto é tão fixe, somos tão criminosas que nem podemos fazer visitas em hospitais xD
Eu e o DooJoon vamos buscar o telemóvel da unnie...shure Cool *apanha*
Epá, a Kim já tem outro encontro com o TOP...sim senhor xD
E com isto tudo a Miya acabou por não ir visitar o Eunhyuk...não sei se ela vai conseguir esconder isto durante muito mais tempo...

Opá, estou a adorar isto, é tão awesome 8D
Quero mais Marta-chan *-*

_________________

Out of all these people, I chose you.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fanfic-wonderland.ativoforum.com
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Dom Nov 07, 2010 2:39 pm

Oh ainda bem que a Cho está bem!
Mas acho que ela devia mesmo temer o Kyu porque ele não vai ficar lá muito contente!
Oh o Taecyeon é tão fofo! Todo preocupado e alterado que querido *.*
O que se passa entre a Kim e a TOP? Twisted Evil
Oh eu não fui visitar o meu monkeyzinho! Estou como a Pon_chan, por quanto tempo vou esconder isto de todos?

Estou amar Cho!
mais please *.*

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
shadows_owner
Aprendiz
avatar

Mensagens : 149
Data de inscrição : 08/09/2010
Idade : 34
Localização : Penela, Coimbra

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Qua Nov 10, 2010 3:23 am

Isto não ta bom!
Desculpa Min... tenho que ser honesta e não consigo mentir... não posso dizer que isto está bom porque isto está BRUTAL! *.*

Pon! Sua grande sortuda!

Continua Min! Estou a adorar isto!....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ahri-mr.livejournal.com/
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Seg Nov 15, 2010 10:12 pm

OMONA girls~!
Sorry sorry pela demora, mas estas semanas foram complicadas em termos de inspiração, tempo e chatices...
Mas agora já tive umas ideias novas e tal Cool
So, este capítulo ainda vai ser mais mole (eu tenho andado lamechas ultimamente) mas eu prometo mais acção para o próximo... Mesmo assim isto é importante para o que vem a seguir ^^
Hope you like it Very Happy

5.

- Mintae!

Ao ouvir aquele tom de voz, a morena quase saltou na cama. Abriu os olhos e viu Kyuhyun parado ao seu lado.

- Kyu… Mianhae… - Ela cerrou os olhos com força.

Sentiu um toque carinhoso na bochecha esquerda.

- Estás bem?

- Estou…

- Eu fiquei preocupado contigo…

- Desculpa.

- Porque é que insistes em desobedecer-me? Dá-te gozo? Se querias dar uma volta no carro, porque é que não pediste?

- Desculpa.

- Guarda as desculpas para quando estivermos em casa e eu te dê um sermão a sério…

- Podes gritar agora, eu aguento.

- Estamos num hospital… cheio de gente.

- Mesmo assim… eu prefiro que seja agora…

- Mas tens de esperar… Eu quero ver-te sofrer de antecipação.

- Tu és mau.

- Tu obrigas-me a ser mau.

- Eu arranjo-te outro carro. Igualzinho àquele… ou melhor ainda.

- Ai de ti que não arranjes! Mas agora descansa. – Kyuhyun abaixou-se, beijando os lábios de Mintae com delicadeza. – Eu vou tratar de conseguir tirar-te daqui.

~~

Aproveitando que Kyuhyun entrou no quarto de Mintae e lhe pediu para esperar, Miya não resistiu a subir até ao piso dos cuidados continuados, onde ficava o quarto de Eunhyuk.

- O Kyuhyun está aqui… - A rapariga sussurrava ao ouvido do rapaz adormecido. – Veio ver a Mintae. Ela teve um acidente, mas já está bem… O Kyu gosta dela… aish! Eu juro que se não fosse a Min eu…

A rapariga foi interrompida pelo seu telemóvel a tocar.

- Eu tenho de ir amor, volto assim que puder. – Miya beijou de leve os lábios de Eunhyuk e saiu apressada.

~~

- Esta merda é enorme! Como é que vamos encontrar o carro do Kyuhyun no meio deste aglomerado? – Doojoon queixava-se enquanto seguia Pon pelo ferro velho. – E quem é que nos garante que a polícia não tem já o telemóvel da Mintae? Normalmente eles recolhem as provas!

Pon parou de repente e virou-se para trás, fitando o rapaz.

- Mas tu paras de te queixar? Até parece que não conheces a Min… ela arranjou uma maneira de esconder o telemóvel nalgum sítio do carro… - Recomeçou a andar.

Doojoon suspirou e continuou a seguir a rapariga. Andaram mais um bocado até que a mais nova avistou o Mercedes cinzento, desfeito.
- Omo! Coitado do carro!

- Isto ficou mesmo em mau estado… - O rapaz andou à volta do automóvel, verificando como ele tinha ficado após o impacto.

- Será que a unnie está mesmo bem?

- Claro que sim, ela é forte. – Doojoon aproximou-se de Pon. – Vamos encontrar o telemóvel? – Deu-lhe um toque de ombro.

Pon sorriu e subiu para o capô, tentando entrar pelo espaço que o vidro partido deixava.

- Cuidado, não te cortes! – Doojoon preocupou-se ao ver a rapariga passar pelos vidros partidos.

- Já está! – A morena anunciou e, com cuidado saiu do interior do carro, pondo-se de pé sobre o capô. – O telemóvel e ainda alguns documentos da Min.

- Boa! Vamos embora daqui! - Doojoon pegou-a pelas pernas e colocou-a no chão.

Pon lançou um último olhar ao Mercedes cinzento.

- Lá se foram quase 500 000 euros…

~~

- Onde é que estavas Miya? – Kyuhyun perguntou quando a morena chegou perto dele.

- Fui dar uma volta por aqui… - Mentiu.

- O que é que um hospital tem de interessante para ver?

- Aish! Não interessa Kyu!

- Tu andas muito misteriosa para meu gosto… Mas vamos lá buscar a Mintae. – Começou a andar em direcção ao quarto dela.

- Vamos levá-la para casa?

- Sim.

- Conseguiste que lhe dessem alta?

- E há alguma coisa que eu não consiga? – Kyuhyun piscou o olho a Miya.

Os dois entraram no quarto de Mintae.

- Vamos embora Min?

- Vais tirar-me daqui? – Ela perguntou entusiasmada.

- Vou. Embora tu não mereças que eu te faça as vontades…

- Eu ajudo-te a levantar. – Miya ofereceu, aproximando-se com uma cadeira de rodas.

- É que nem penses que eu me sento aí! Eu consigo andar!

- Mas não te dói o corpo?

- É uma dorzinha de nada! Leva isso daqui! – A mais nova recusou firmemente.

Kyuhyun e Miya ajudaram-na a levantar-se. Embora ainda sentisse o corpo doído, preferia caminhas pelas próprias pernas, ignorando a dor latejante.

Avançaram pelo corredor lentamente, em direcção ao elevador.

Ao mesmo tempo em que as portas da caixa metálica se fecharam, Taecyeon apareceu novamente no corredor. Foi até ao quarto da morena e estranhou ver apenas a cama vazia. Voltou ao balcão das informações onde chamou a atenção de uma enfermeira.

- Onde é que está rapariga que estava naquele quarto? – Perguntou, apontando o 327.

- Acabou de sair. – Ela respondeu simples.

- Como assim? Saiu com quem? Como é que ela já teve alta?

- Saiu com uns familiares, eu acho. Isso da alta vá perguntar ao médico que a passou! Eu não sei nada… - Disse sem paciência para as perguntas do polícia.

Taecyeon olhou-a de lado. Um pouco mais de simpatia não lhe fazia mal nenhum.

Suspirou, encaminhando-se à janela. Deteve-se a observar o céu ficar alaranjado e o sol a desaparecer no horizonte. Tinha passado o dia todo ali no hospital e nem se tinha dado conta. Abaixou o olhar, fitando agora o parque de estacionamento.

Umas pessoas lá em baixo captaram a sua especial atenção. Um rapaz que devia ter mais ou menos a sua idade carregava uma rapariga morena no colo. Iam acompanhados por outra rapariga. Pararam ao lado de um Audi branco. A rapariga que ia a pé abriu a porta traseira com cuidado e o rapaz depositou a rapariga que trazia no colo no banco com cuidado.

Foi quando a mesma rapariga levantou o olhar que Taecyeon reconheceu Mintae. E os olhos cor de chocolate pereciam fitar os seus.

Esse contacto foi quebrado quando o rapaz moreno fechou a porta do carro e se dirigiu ao lugar do condutor. Segundos depois o automóvel branco já se afastava das imediações do hospital. Os olhos do polícia seguiram-no até ele virar a esquina.

~~

Era a quinta vez que Kim olhava ao relógio. Estava a ficar impaciente e a porcaria do empregado não parava de lhe perguntar se ela tinha a certeza que não queria nada. Jurou a si mesma que se ele se aproximasse novamente, o mandava para um sítio nada ortodoxo!

Assustou-se quando viu um ramo de flores ser colocado ao nível dos seus olhos.

- Desculpa o atraso. – Ouviu a voz de TOP atrás de si. Ele contornou-a e sentou-se à sua frente na mesa redonda.

- Dois jantares seguidos, um ramo de flores… - Kim pegou no ramo e cheirou as flores. – Não me digas que me vais pedir em casamento a seguir! – Brincou.

- Infelizmente isso não posso… Formalmente… - TOP lançou um olhar à loira. - Eu pedi-te que viesses jantar comigo novamente porque ainda tenho coisas para te explicar… E porque gostei da tua companhia. As flores são um pedido de desculpas pelo meu atraso.

O empregado aproximou-se da mesa perguntando o que os dois iriam querer. TOP pediu-lhe que trouxesse uma garrafa de vinho tinto. A mais cara que o restaurante tivesse.

- Foi a tua noiva que te atrasou? – Kim perguntou quando o rapaz se afastou para buscar os pedidos.

- Para que é que isso interessa?

- Interessa para eu não sentir o mínimo de pena dela quando esta noite acabar…

A conversa foi interrompida com a volta do empregado. Trouxe-lhes a garrafa e serviu os copos de ambos. Deixou-os à vontade.

- Foi ela sim… com neuras irritantes!

- Se não a suportas porque é que vais casar com ela?

- Porque o pai dela é rico e influente, óbvio. – Ele respondeu e levou o copo aos lábios.

- Tu não prestas. – A rapariga riu.

- Já somos dois. – TOP sorveu mais um gole do vinho.

- Então acho que nos vamos dar bem… Mas diz lá o que tens para me explicar para despacharmos já este assunto. – Pediu.

TOP tirou algo do bolso do casaco. Um papel dobrado que estendeu a Kim.

Quando a loira abriu o papel, o rosto de um jovem rapaz apareceu.

- No Min Woo. A pessoa que tu vais seduzir, humilhar e matar no final. – TOP informou.

- Uh! Ele deve ter-te feito algo mesmo grave…

- Esse bastardo tirou-me a presidência da empresa para qual trabalho. Apareceu do nada a dizer que era filho do presidente e um teste de DNA provou tudo. O velho, arrependido de não o ter visto crescer e essas tretas todas, presenteou-o com a presidência da empresa antes de morrer. – Seunghyun falava com raiva na voz.

- Presidência essa que estava, antes dele aparecer, praticamente nas tuas mãos… - Kim assentiu.

- Kim, eu preciso daquele cargo! Eu preciso que ele desapareça, ouviste? E preciso de um trabalho de profissional para que não suspeitem de mim, já que vou ser o principal beneficiado com a morte dele!

- Certo. Já agora não te queres vingar de mais ninguém? Eu preciso de alguém para por as culpas do assassinato dele.

- Há alguns nomes que podem constar nessa lista… eu depois digo-te quem me dá mais jeito ver fora do caminho.

- Combinado então.

- Um aviso Kim… eu não tolero falhas!

- Nem eu.

Os dois brindaram e ao mesmo tempo chegou o jantar.

~~

Pon sorriu maliciosamente enquanto descia a escadas.

- Onde é que está toda a gente? – A rapariga perguntou ao chegar à sala e só ver Doojoon na divisão.

- A Miya trancou-se no quarto, disse que tinha de investigar alguma coisa sobre alguém. A Kim foi jantar com o TOP e o Kyu está no quarto com a Mintae. – Ele informou, aborrecido, sem sequer se virar para encará-la.

- Isso quer dizer que só estamos aqui nós os dois…

- Pensei que também nem saísses mais daquele quarto… - Ele continuou a mostrar desinteresse, começando a fazer zaping entre os diversos canais.

- Eu já acabei de ler os papéis que o Kyu mandou para o novo trabalho. Começo amanhã. – Pon aproximou-se e sentou-se sobre o encosto do sofá atrás do rapaz. Colocou cada uma das pernas por cima de cada ombro dele.

Doojoon admirou-se ao ver as pernas de Pon sobre si. E as suas calças de vinil. E os sapatos de salto agulha.

- Pon… o que é isto? – Deslizou ambas as mãos pelas pernas da rapariga.

- Roupas da Kim… apeteceu-me experimentar…

Doojoon tentou levantar-se mas Pon cruzou as pernas em frente do seu peito, impedindo-o de sair dali. Baixou o tronco, aproximando os lábios do pescoço dele. A pele de Doojoon arrepiou-se com o toque molhado da língua dela.

- P-Pon… o Kyuhyun pode aparecer a qualquer momento… não eras tu que não querias mais chatices com ele?

- A esta hora ele deve estar ocupado a dar um sermão à Min… E não é que isso seja bom, mas pelo menos podemos ficar descansados.

Doojoon sorriu, já mais agradado com a ideia. Puxou o braço da rapariga, fazendo-a cair sobre o sofá, ao seu lado.

- Tu gostas de brincar com o fogo, não gostas? – Ele comentou, alisando as curvas dela com ambas as mãos.

- Se não gostasse achas que estava aqui agora?

~~

Kyuhyun acabou de fechar as janelas e arrastou o cortinado. Aproximou-se da cama onde a morena estava deitada, de olhos fechados.

- Estás melhor? – Perguntou enquanto se sentava ao seu lado e mexia nas almofadas para ficar confortável.

- Sim. Já quase não me dói nada. – Ela virou-se para encará-lo. – Nee, podes começar.

Kyuhyun sorriu.

- Começar o quê?

- A gritar. O sermão.

- Eu não vou gritar.

- Não? A sério? Mas podes, eu aguento…

Kyuhyun aproximou-se e beijou a testa da rapariga.

- Eu já não estou zangado.

- Não? Porquê?

- Aish Min, pára de ser complicada! Eu acho que já tiveste o teu castigo. Magoaste-te. Eu não gosto de vos ver magoadas… Por isso esquece o assunto. Só não voltes a repetir…

Mintae ficou calada, arregalando os olhos para fitar o rapaz.

- Mas se eles perguntarem, diz que eu te dei o pior sermão da tua vida. Há que manter as aparências. – Ele disse, divertido.

- Como é que tu podes ser uma pessoa tão cruel e fria… mas depois és assim… todo meloso…

- Porque eu gosto de ti e preocupo-me… Tu, a Miya, a Pon, a Kim e o Doojoon… Vocês são a minha família, os meus amigos… aqueles com quem eu posso contar. Eu não confio em mais ninguém…

Mintae mordeu o lábio inferior.

- Cada vez gosto mais deste teu lado fofo Kyu-Kyu… - A rapariga impulsionou-se para abraçar Kyuhyun.

- AHHH! - Uma dor aguda nas costas impediu-a de chegar ao seu objectivo.

- O que foi?

- Merda! As minhas costas! – Queixou-se.

Kyuhyun deixou-se escorregar, ficando deitado ao lado dela. Aproximou-se para a beijar.

- Dorme…

(continua...)

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Seg Nov 15, 2010 10:33 pm

TAO, MAS TAAAAAO CUUUUTE!!!!
n sei porqê mas aqele trabalho da kim vai dar merrrrda com "m" grande.....hm hm hm hm min e kyu!! cuuuuuuute *.*
continua! me is in lobe! ^^ XD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Seg Nov 15, 2010 10:47 pm

OMG!OMG!OMG
Está tão brutal!!
Adoro a história da fic Cho está demais!
Sério quando venho ler até me dá ataques Very Happy

Nehh este capitulo foi bem fofinho Smile
Oh meu Eunhyuk Sad
Ah então é isso que o TOP e a Kim andam a fazer!
A tentar burlar mais alguem XD
Ah a mankae está saidinha da casca está sim Twisted Evil Twisted Evil
Amo como brincas com as nossas personalidades!
Sério e o Kyu...
Ele evil é hot mas fofinho é cute!

Citação :
- Porque eu gosto de ti e preocupo-me… Tu, a Miya, a Pon, a Kim e o Doojoon… Vocês são a minha família, os meus amigos… aqueles com quem eu posso contar. Eu não confio em mais ninguém…
Que fofinho *.*

Estou ansiosa pelo o proximo episódio. Cool
Continua please Cho *.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Seg Nov 15, 2010 11:36 pm

OMOOO!!!
já andava a morrer sem esta fic! :O
Finalmente *-*
AInda bem que a Mintae está bem ^^
Uh o taec ficou tristito... :3 e desconfiado? Cool
Ele nao vai esquecer a menina... Razz
A Miya foi-se logo aproveitar xD pobre eunhyuk! Acorda bebeee.
Ai ia morrendo na minha parte! *-*
A kim é tao boss Cool
Top top top *-*
Nós somos tao maus Razz
No min woo. ai eu quero tantooo conhecer a minha vitima Cool
Ai a parte da Pon com o Dojoon matou-me!!
QUe hot *-*
E claro, tinha de ir roubar as minhas roupas para se ir enrolar com o rapaz! *corre atras da maknae a mandar vir*
A Kim tem a roupa da sedução xDD
OPAAAA este kyu é tao mau e tao fofo ao mesmo tempo *___*
é mesmo charlie *o*
ADOROOOO
ou melhor, AMOOO
continua *_*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
shadows_owner
Aprendiz
avatar

Mensagens : 149
Data de inscrição : 08/09/2010
Idade : 34
Localização : Penela, Coimbra

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Ter Nov 16, 2010 3:07 am

Já disse que amo a tua fic? Não disse?
O.O
Pá! não posso! EU não disse!?

opá... digo agora:

AMO A TUA FIC!

Isto está brutal! Estou mesmo a gostar de ler! Muito a frente... sim senhor... Mesmo mt fixe...
Aliás... a tua fic fez-me ter saudades de uma outra certa fic... Suspect Acho que quando a escritora dessa fic ler isto vai perceber que é para ela! -.-

Oh Kim... que raio de guarda roupa é o teu? Temos de conversar! Twisted Evil Muahaha!
T_T Não faças mal ao No Min Woo! *.* Tadinho dele!

PAH! Pon! Tu e o Doojoon... n há mm descanso hã! Cool ^^

I love you CONTINUA PLEASE!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ahri-mr.livejournal.com/
PonHyunMin
Administradora
avatar

Mensagens : 954
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 24
Localização : Paradise ^-^

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Ter Nov 16, 2010 3:44 pm

OMO OMO OMO~!! *-*
Eu tinha tantas saudades disto *-*
Ainda bem que a Min já está a melhorar e já está em casa...afinal ela não levou nenhum sermão...o Kyu é um coração mole xD
O Taec ficou desconfiado...o que não me parece muito bom... (exepto para a Mintae *apanha dela*)
Opá, tadinho do Eunhyuk! Porque é que ele não acorda? *chora*
Tadinha da Miya... *abraça ela*

Citação :
- Foi a tua noiva que te atrasou? – Kim perguntou quando o rapaz se afastou para buscar os pedidos.
- Para que é que isso interessa?
- Interessa para eu não sentir o mínimo de pena dela quando esta noite acabar…

MUAHAHAH eles andam enrolados? Cool Já era de esperar né xD
Eu bem sei o que é que a Kim vai fazer ao No MinWoo...e não é matá-lo de certeza Cool *apanha de todas*

Epá! Ando muito saidinha da casca ando O.o E vou logo roubar as roupas da Kim XD E depois é logo ali no sofá...aish! XD
Pois Ahri-chan, parece que não há descanso mesmo...temos muita energia *apanha de novo*

Nhai, o Kyu é um querido *-* Ele adora-nos *-*
Este capítulo foi muito calmo sim...mas se vem aí acção, melhor ainda Cool

Estou a gostar tanto disto unnie! *-*
Continua ^^

_________________

Out of all these people, I chose you.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fanfic-wonderland.ativoforum.com
LaLa
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 551
Data de inscrição : 26/06/2010
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Ter Nov 16, 2010 8:34 pm

Ehehehhehe pon sua tarada Cool , mas tambem com uma coisa daquelas no sofa , sozinho
Ohohohoh o Kyu è um coraçao de manteiga
Tambem quero sermões desses com beijinhos
O Taec já anda è de olho na Mintae Cool
Tadinha da Miya , ainda por cima o Kyu anda sempre em cima dela , no bom sentido da coisa
A Kim è mesma a parte coraçoes , e não só, do grupo
Continua sim ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Qui Nov 18, 2010 10:32 pm

Nhai *derrete com os comentários*
vocês são tão cutes *-*
Kamsahamnida a todas ^^

Mais um... eu tive um "pequeno" acidente com este capítulo. Aqui a esperta escreveu o capítulo mas depois não o gravou... *corta os pulsos* Ou seja, perdi metade. Tive de reescrever... e o que eu tinha escrito antes estava melhor, mais bem pormenorizado... mas pronto... Espero que esteja bom e não esteja confuso ^^


6.

Os primeiros raios de sol entraram pelas frestas da janela, incidindo sobre os olhos de Kim, que acabou por despertar.

Virou-se para o outro lado, onde TOP ainda dormir profundamente. Sorriu.

Com cuidado para não fazer barulho, levantou-se e procurou a sua mala. De lá tirou um pequeno pedaço de papel e uma caneta e escreveu qualquer coisa rapidamente.

Encontrou o vestido amarrotado aos pés da cama gigante e apressou-se a vesti-lo. Recolheu os sapatos, segurando-os com o braço.

Antes de sair pousou o bilhetinho sobre a almofada ao lado do rapaz.

- Então… - Ouviu a voz rouca e ensonada dele quando abriu a porta. – Sentiste alguma pena da minha querida noiva?

- Nenhuma. – Kim virou-se para encará-lo e piscou-lhe o olho antes de sair e fechar a porta atrás de si.

~~

- Tem a certeza que só quer isso menina? – A senhora perguntou enquanto servia um copo de sumo à maknae da casa.

- Eu tenho aqui uma maçã! – Pon atirou o fruto ao ar e voltou a apanhá-lo.

- É estranho… a menina gosta tanto do pequeno almoço… - A empregada voltou a comentar.

- Pois gosto. Mas hoje estou ligeiramente ansiosa para começar o meu novo… - Fez uma pausa. – Trabalho. – Pon deu um gole do néctar e pousou o copo sobre a mesa. – Deseje-me sorte!

- Boa sorte então. – A mulher sorriu.

Pon correu à sala, pegou na mala e na pasta que tinha deixado pousados em cima do sofá e dirigiu-se à porta. Quando a abriu deparou-se com Kim.

- Kim? Só agora? – Perguntou enquanto se desviava para a loira passar.

- Estive a… tratar de negócios… E tu? Vais sair tão cedo?

- Eu vou começar hoje o meu trabalho novo. Para conseguir aquele chip super importante que o Kyu quer…

- Boa sorte então.

- Obrigada, até logo. – Pon saiu.

~~

- Miya?

A morena assustou-se quando ouviu o seu nome, deixando cair a caixa que tinha nas mãos. As fotografias que lá estavam dentro espalharam-se pelo chão.

- Desculpa. Não te queria assustar. – Kim aproximou-se para ajudar a mais velha a apanhar o que tinha caído.

- Deixa estar! Eu apanho! – Miya apressou-se a apanhar as fotos.

- Que fotos são essas?

- Nada! São umas coisas antigas! – Miya respondeu nervosa, enquanto tentava guardar tudo rapidamente.

Kim ainda conseguiu apanhar algumas.

- Coisas secretas Miya-chan? – Perguntou a rir da atrapalhação dela. – Deixa lá ver o que de tão misterioso têm estas fotos…

- Não é nada Kim!

A loira começou a olhar os retratos. Conseguiu reconhecer Miya e um rapaz loiro na primeira. O mesmo rapaz, mas já moreno noutra… E os dois, novamente, abraçados na terceira.

- Quem é o rapazinho?

- Ninguém… é um amigo de infância… - Tentou disfarçar o nervosismo.

- Só isso? – Continuou a analisar as fotos. – Olha que vocês parecem muito queridinhos aqui nesta. – Mostrou uma quarta foto que tinha nas mãos, onde Miya e o rapaz estavam quase a beijar-se.

- Isso foi uma brincadeira que nós fizemos… não é nada do que…

- Aish! Pára lá com isso… Eu conheço-te Miya Haru, não precisas de me inventar histórias…

Miya suspirou.

- Deixa-te lá de mistérios e conta-me lá quem é o rapaz! – Pediu, sentando-se sobre a cama da mais velha. – Sabes que podes confiar em mim…

- É o Eunhyuk. Ele é… era… é…

- O teu namorado! É ou era? – Kim adiantou-se perante a hesitação da morena.

- É uma longa história Kim…

- Óptimo! Eu gosto de histórias longas.

Miya sorriu derrotada. Iria ter de lhe contar a verdade, desvendar um dos seus “mistérios”. Sentou-se ao lado da loira e começou a pensar na melhor forma de lhe contar aquilo.

~~

Passavam apenas alguns minutos das 7 horas da manhã. O carro vermelho desportivo já se encontrava estacionado a alguns quarteirões do prédio onde vivia Lee HyoMin, rapariga a quem Pon ia tirar a identidade.

A essa altura já a maknae andava pelo terraço do prédio, à procura de uma entrada. Em vez de porta, apenas encontrou um alçapão. Servia perfeitamente.

Desceu, ficando logo com a acesso aos corredores. Foi de elevador até ao 4º andar. Porta da esquerda. Colocou um pequeno aparelho sobre a fechadura e esperou até ouvir o “clic” que lhe deu permissão para entrar.

Já lá dentro ouviu o som da água a correr na casa de banho. Timing perfeito! Correu até ao quarto, escondendo-se atrás da porta. Enquanto esperava que a rapariga saísse, retirou da sua bolsinha um lenço e um frasco com um líquido transparente lá dentro.

Ouviu o chuveiro ser desligado. Abriu o frasco e embebeu o lenço no líquido.

A porta da casa de banho foi aberta. Guardou o frasco na bolsa.

Três passos cada vez mais próximos. Era a seguir.

Hyomin, enrolada na toalha, preparava-se para entrar no quarto quando viu algo branco vir em direcção ao seu rosto. Não teve tempo de nada. No momento seguinte sentiu-se a perder a noção de tudo à sua volta e as forças sumirem-se do corpo.

- Porra! – Pon queixou-se enquanto a amparava para que não caísse no chão. – És mais pesada do que pensei.

Arrastou o corpo até ao tapete. Abriu novamente a bolsinha que trazia à cintura e desta vez tirou um frasco menor e uma seringa. Colocou o líquido na seringa e ajoelhou-se. Espetou a agulha no braço ainda molhado da rapariga e empurrou o veneno para dentro da corrente sanguínea.

Esperou alguns segundos. Verificou-lhe a pulsação. Zero.

- Pronto. Agora o Doojoon já vem tratar de ti… - Disse enquanto arrumava o seu material. – Hum… - Olhou a rapariga. – O Doojoon vem aí e tu estás nua… é melhor eu te vestir qualquer coisa… Só para não ferir a sensibilidade dos olhinhos do Joon, tadinho… - Riu.

Pon abriu o guarda roupa dela e começou a remexer nas roupas.

- Até tens bom gosto. – Opinou, alisando as peças. Pegou num vestido. – Pode ser este? – Fez uma pausa, como se esperasse uma resposta. – Claro que pode… Tu não és esquisita.

Começou a vestir a rapariga.

- Aish! Sinto-me o próprio Kyuhyun. – Mordeu o lábio.

Acabou de vesti-la.

- Só me falta os teus documentos, os papéis e as chaves do carro. – Olhou à volta, tentando encontrar o que precisava.

Não vendo ali nada, procurou nas outras divisões do apartamento. Acabou por encontrar tudo o que precisava no pequeno escritório. Voltou ao quarto para se certificar que estava tudo em ordem e saiu.

Ainda nem eram 07:30h quando Pon saiu da garagem do prédio, já ao volante do carro da rapariga. Olhou de relance para o painel do carro. Pouca gasolina. Teria de parar mais à frente para abastecer.

Parou numa bomba logo ali perto. Um funcionário da gasolineira aproximou-se de si e ela desceu o vidro.

- Bom dia. É para encher?

- Bom dia. Sim, pode encher, por favor.

Enquanto o homem punha a gasolina no carro, Pon apontou qualquer coisa num papel e preparou o dinheiro do pagamento.

- Pronto. – Ele aproximou-se novamente. – São 61,296.49 won*, por favor.

Pon estendeu-lhe o dinheiro, o papel onde acabara de escrever qualquer coisa e ainda uma chave.

- Obrigada. – Ele agradeceu.

- Tu ficas tão bem de uniforme de homem da gasolina Doojoon. – A maknae riu.

Doojoon lançou-lhe um olhar cerrado.

Pon arrancou rapidamente, ainda olhando o rapaz pelo vidro retrovisor do carro.

~~

- Mas que merda! – O rapaz quase gritou, batendo com o punho na porta do roupeiro.

Mintae abriu os olhos de repente, assustada. Viu Kyuhyun a falar ao telefone com alguém, visivelmente irritado.

- Ele vai ver o que lhe acontece! Eu preciso dessa encomenda o mais rápido possível. Não te esqueças que a festa é já na próxima semana. – Continuou a falar.

– Nee, ok, vê o que consegues fazer. Falamos depois. – Desligou.

- Bom dia Kyuhyun! – Mintae sentou-se sobre a cama.

- Desculpa se te acordei. – Ele voltou para junto dela.

- Não faz mal. O que foi? Quem é que te faz gritar a uma hora destas? – Olhou ao relógio. – Ainda nem são oito horas!

- Qualquer hora é boa para me fazer gritar Min. – Voltou a deitar-se e empurrou-a para ela fazer o mesmo. – Principalmente quando se trata de incompetentes!

- Também podes gritar com excesso de competência… sempre é mais agradável. – Ela sorriu.

- Muito mais agradável… - Ele assentiu, aproximando o seu corpo cada vez mais do dela. – Como é que estão as costas?

- Já não dói nada. Full recovered!

- Ainda bem Min… - Kyuhyun enlaçou o braço na cintura da rapariga e puxou-a contra si. – Ainda bem que já estás recuperada. – Disse antes de colar os lábios nos dela.

~~

08:00 horas certinhas. Pon trancou o carro, colocou os óculos para ter um ar mais intelectual e começou a andar em direcção à entrada do grande edifício espelhado.

Passou o cartão de Hyomin, enquanto era observada por dois seguranças e entrou. Dirigiu-se ao balcão da recepção, cumprimentando a senhora do outro lado.

- O seu nome por favor. – A senhora pediu.

- Lee Hyomin. Eu tenho uma reunião marcada com o Professor Kang Ho Dong.

- Terceiro piso. Pode subir. O professor está a acabar uma reunião com outra pessoa que vem para o mesmo que a senhorita… quando ele sair pode entrar.

- Como assim? – Pon não gostou de ouvir “outra pessoa que vem para o mesmo que a senhorita”. – Está mais alguém interessado neste lugar?

- Sim. Um rapaz. Chegou à pouco.

Os punhos da maknae fecharam-se automaticamente enquanto ela amaldiçoava essa pessoa.

- Ok, obrigada, eu vou subir. – Disse, afastando-se para o elevador. – Anda alguém a pedir para morrer! – Disse baixinho, entre os dentes cerrados.

Quando chegou ao terceiro piso, viu a porta do gabinete do homem abrir-se. Um rapaz um pouco mais velho do que ela, bastante alto e com bom porte saiu de lá, sorridente.

Pon lançou-lhe um olhar furioso, ao qual ele respondeu com um piscar de olho quando passou por ela. Isso ainda enfureceu mais a rapariga.

- Menina Lee? É a menina? – A voz do homem captou a sua atenção.

- Sou eu sim…- Pon respirou fundo, tentando normalizar o tom de voz. - Professor Kang Ho Dong, como está? - Aproximou-se e apertou a mão ao homem.

- Muito bem. Vamos entrar?

Pon entrou no escritório amplo e bem organizado quando o homem se afastou.

- Ora, já ouvi falar muito bem de si. Tem boas influências… mas mostre-me lá o seu dossier. – Pediu enquanto se sentava do lado de dentro da secretária.

A maknae estendeu o dossier ao homem, que começou a analisar tudo.

- Impressionante menina Hyomin… impressionante. – O homem comentou com cara de satisfação enquanto passava as folhas. – Infelizmente isto só me dificulta o trabalho.

- Como? – O sorriso de Pon deu lugar a uma expressão confusa.

- Antes da menina entrar eu tinha a certeza que ia contratar aquele rapaz que saiu daqui agora… nunca tinha visto um dossier tão bom… mas agora que vejo o da menina… Estão os dois no mesmo patamar de qualidade elevadíssima.

- Eu pensei que era a única a concorrer para este lugar…

- Para me dificultar o trabalho, não é. – O homem fez uma pausa, pensando no que ia dizer. – Bem, eu vou precisar de tempo para avaliar tudo ainda melhor e escolher um. Dentro de dias irá ser contactada.

-Mas… - Pon cerrou os punhos com força. Aquilo não podia estar a acontecer. Não podia ser que um qualquer pusesse em causa o seu objectivo.

- Se me permite, menina… - Ele levantou-se e encaminhou-se à porta. – Eu tenho muito trabalho a fazer.

Pon levantou-se e seguiu o homem até à porta. Saíram.

O mesmo rapaz, ainda sentado na sala de estar, levantou-se.

- Meu caro… - O professor chamou a atenção de Chansung. – Creio que não lhe posso dar já a minha palavra. Como ambos têm dossiers invejáveis, vou ter de ponderar muito a minha decisão.

- Mas eu pensei que só eu é que…

- Infelizmente não posso contactar ambos. E se me permitem, tenho trabalho à espera. Contactar-vos-ei. Tenham um bom dia. – O homem voltou a entrar no gabinete e fechou a porta.

Pon não queria acreditar naquilo.

- De onde é que tu saíste? – Perguntou irritada, avançando na direcção dele.

- Isso pergunto eu! Não era suposto apareceres aqui! Este trabalho é meu! – O rapaz atirou.

- Aconselho-te a desistir. Vai ser melhor para todos.

- Aplica o teu conselho a ti própria…

- Tu não sabes com quem te estás a meter… Se prezas a tua saúde é melhor… - O rapaz não a deixou terminar a frase.

- Estás a ameaçar-me? – Ele perguntou e avançou um passo na direcção da rapariga, jogando com a diferença de alturas entre os dois.

- Estou apenas a fazer-te um aviso. – Pon lançou-lhe um olhar e um sorriso torto.

- Senhores! – Uma voz grossa desviou a atenção dos dois para o segurança, acabado de sair do elevador. – Está tudo bem por aqui? – Perguntou desconfiado.

- Tudo óptimo. – Chansung respondeu, voltando a encarar Pon.

- Se a reunião com o professor já acabou, permitam-me acompanhar-vos à saída. – O homem fardado apontou-lhes o elevador.

Pon pegou na mala que tinha pousado na cadeira previamente. Foi a primeira a entrar na caixa metálica. Chansung seguiu-a e por fim o segurança. O percurso foi feito em silêncio.

Quando as portas voltaram a abrir, os dois quase se acotovelaram para tentar sair primeiro. O segurança ficou a observá-los com uma expressão confusa.

- Espero que a senhorita aceite a minha proposta. É o melhor que tem a fazer. – O rapaz alto voltou a manifestar-se enquanto saíam pela grande porta principal.

- E eu tenho a certeza que o senhor é que vai aceitar as minhas condições… Se não for a bem… é a mal. – A morena retirou os óculos normais e colocou os de sol.

Chansung sorriu-lhe de canto.

Após descerem os degraus, cada um seguiu um direcção. Pon, esquerda. Chansung direita.

Mais ao fundo, de dentro de um automóvel preto, Yesung observava os dois com um ar de satisfação e gozo.

Pegou no telemóvel e marcou um número já bem seu conhecido. Apenas estranhou que o amigo não atendesse logo ao segundo toque, como era seu habitual. Quando estava quase a desistir, a voz embargada dele soou do outro lado.

- Sim? Yesung, o que queres? – Ele perguntou.

- Kyuhyun? Interrompi alguma coisa? – O mais velho estranhou a voz dele, parecia cansado.

- Não porra! Diz lá de uma vez!

- Acho que vais gostar de saber que correu tudo bem com os nossos maknaes. Acabaram de sair daqui furiosos. – Riu.

- Óptimo. Obrigado Yesung. Depois falamos. – Kyuhyun desligou rapidamente.

- É… interrompi mesmo alguma coisa… - Yesung desabafou.

Desligou o pequeno ecrã, pelo qual estava a ver o que se passava no terceiro andar, na sala de espera e escritório do Professor Kang Ho Dong. Ligou o motor e saiu dali.


(continua...)

* 61,296.49 won = 40 euros (segundo um conversor da net)


Última edição por Cho MinTae em Qui Nov 18, 2010 11:30 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Qui Nov 18, 2010 11:23 pm

OMG OMG OMG Cho!!!
Já disse que estou completamente viciada na tua fic?!?!
É demais a tua fic!! Adoro a tua escrita
Eu estou ansiosa para ouvir a minha histoória com o Eunhyuk, parece ter sido algo doloroso para mim...
Ah adorei o começo da Fic!! O TOP e a Kim! Adorei a Kim poderosa!
Ah e o chansung e a Pon demais XD! A pegarem-se no elevador LOL!
Aish o Kyu é tão fofo para a Min é mesmo cute *.*
Continua por favor Cho_chan!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Qui Nov 18, 2010 11:37 pm

OMO!!!
eu nem tenho palavras *-*
adoro tanto istooo. adoro a forma como contas as coisas com uma noção tao real das coisas e tudo tao bem escrito.
amo. amo. amo.
Ui. este top... gosto, gosto Cool
Eu sou mesmo bitch :p
Ai estes maknaes matam-me xD
Adorei a frieza da pon :O
ui ui eu vou saber a historia da miya *-* *sente-se previligiada*
ai este yesung tem um sentido de opurtonidade... pois... a mintae fica bem e o kyu aproveita logo Cool
continua!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
PonHyunMin
Administradora
avatar

Mensagens : 954
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 24
Localização : Paradise ^-^

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Qui Nov 18, 2010 11:40 pm

Eia...isto começa logo bem! Já estou a ver o tipo de negócio que vai ali entre a Kim e o TOP... Cool *apanha deles*
Opá, matei a rapariga xD E agora o Doojoon que vá lá limpar os estragos xD
Gostei de o imaginar vestido com um uniforme de homem de gasolina XD
Pois, eu também quero saber a história da Miya com o Eunhyuk...afinal que aconteceu para ele ter ficado em coma? I wanna know!
Aish! Agora tenho concorrência? u.ú
Que é que o Kyu e o Yesung andam a tramar? Que conversa é essa de ter corrido tudo como esperado porque nós, os maknaes, estávamos irritados? Ò_o
Eu quero saber! *desconfiada*
Poois...o Kyu estava cansado...imagino o porquê...ele nem deixa a Min recuperar como deve ser, ela assim ainda fica com mais dores e *apanha forte* pronto, eu calo-me... xD

Opá, estou a adorar tanto isto!! *-*
Estou super ansiosa pelo próximo capítulo!

Continua unnie ^^

_________________

Out of all these people, I chose you.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fanfic-wonderland.ativoforum.com
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sex Nov 19, 2010 12:18 am

isto foi um maximo! como estou cansada e com pouca imaginaçao, MESMO, so tenho a referir o yesung e aqela chamada completamente inconveniente e o "parecia cansado" parti-me a rir, basicamente! XDDDDD
continua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
shadows_owner
Aprendiz
avatar

Mensagens : 149
Data de inscrição : 08/09/2010
Idade : 34
Localização : Penela, Coimbra

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sex Nov 19, 2010 1:39 am

LOL! AMEI!

tou mesmo a adorar a tua fic! Isto está qq coisa de brutal!...

Pena ser pouco! Continua please!

Quero ver a Pon e o Changsun a degolarem-se! XDXDXD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ahri-mr.livejournal.com/
LaLa
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 551
Data de inscrição : 26/06/2010
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sex Nov 19, 2010 10:11 pm

Uhuhuhu a ultima parte foi intersante , agora fiquei curiosa
Já foste TOP e mulher do TOP
Achei piada à Pon a vestir a mulher e a falar sozinha xD
Tambem acho , o Kyu nem deixa a Mintae recuperar nem nada è logo bota que sabi carago
Finalmente vamos descobrir o que aconteceu ao Eunhyukizinho

Continua Mintae^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sab Nov 20, 2010 5:28 pm

Nhai *-* Eu ficou muito feliz que estejam a gostar *-*
Mais um ^^
E tenho de agradecer à Kim que, involuntariamente, através das cenas da CL no MV da "Go Away" que usou naquele trailer super perfeito, meu deu umas ideias bastante interessantes para a personagem dela ^^
E tenho de pedir desculpas caso ande a exagerar na dose de taradices desta fic, mas opá, eu não consigo controlar a vontade de escrever cenas menos decentes *apanha* Mas já que na realidade não é possível, ao menos que na fic nos aproveitemos deles Cool
Nee, espero que isso não seja problema xD

Hope you like it *-*

7.

- Doojoon? Já estás aqui? Já te livraste do corpo da tal rapariga? – Kyuhyun inquiriu quando chegou à sala e viu o rapaz a ver uma revista qualquer sobre carros.

- Tudo tratado hyung. A esta hora já a coitada está a servir de comida para peixes.

- Óptimo. – Kyuhyun continuou a andar em direcção ao escritório. – Ah! Mais uma coisa! – Parou, virando-se para encarar novamente o mais novo. – Sabes se a Jessica ainda anda metida com roubo de jóias?

- Acho que sim. Eu ouvi rumores que o negócio dela até anda a crescer e tudo.

- Então liga-lhe e pede-lhe que venha cá, se possível ainda hoje e traga alguns exemplares para me mostrar.

- Vais comprar jóias Kyuhyun? Para quem?

- Para o cenário. Para um negócio.

- Certo. Mas eu perguntei é quem é que as vai usar? A menos que sejas tu… acho que até te ficava bem… - Gozou.

- Não sejas curioso. - Kyuhyun pegou numa almofada ali perto e atirou-a ao rapaz.

- Não sejas chato, tu! É para a Mintae? Ou para a Kim?

Kyuhyun virou-lhe as costas e continuou a andar até ao escritório. Voltou a olhar o pequeno panfleto pousado sobre a secretária.

“Exposição de Esculturas de Auguste Rodin em Seul”

- “O Pensador”. – Disse entre dentes. – Uma réplica autêntica em pequena escala d’”O Pensador”… em bronze. Aish! Pergunto-me para que é que o Siwon quer uma treta destas… - Suspirou.

Remexendo nos papéis, pegou novamente no catálogo dos revólveres italianos de luxo.

- O que eu não faço por vocês…

~~

A maknae entrou acelerada e bateu com a porta com força, provocando um estrondo enorme.

Doojoon deu um pulo do sofá.

- Aish Pon! Tu queres matar-me? – Queixou-se.

- Não me chateies! – Atirou a mala para cima do sofá e respirou fundo.

- Mas o que foi? Porque é que estás assim?

- Porque há um parvalhão qualquer que quer ficar com o meu lugar lá no instituto! Ainda por cima a merda do velho gostou do currículo dele! Que porra! Aquele lugar é meu Joon! Eu tenho de conseguir infiltrar-me lá para roubar a porcaria do chip quando ele for acabado de produzir. O Kyu quer aquela desgraça de chip.. aish!

- Acalma-te… - O rapaz levantou-se e aproximou-se de Pon, empurrando-lhe os ombros para ela se sentar. – Então mas o currículo não foi falsificado para, supostamente, ser o melhor?

- Dizes bem… “supostamente”. Porque ao que parece aquele gajo tem um tão bom quanto o meu! – Ela continuava irritada.

- Então tira-o do teu caminho… faz-lhe um aviso…

- Achas que eu não fiz já isso? Ele não cedeu.

- Então faz-lhe o mesmo que fizeste à rapariga hoje de manhã.

- Não é assim tão fácil! Há qualquer coisa nele que me intriga… ele não pode ser só um nerd qualquer… Aish! E se para além do Kyuhyun, mais alguém quiser o chip? – Perguntou, levantando-se.

- Então acho que vais ter concorrência…

- Merda!

- Relaxa Pon-chan… - Doojoon aproximou-se por trás dela e colocou-lhe as mãos sobre os ombros. – Tu és a melhor… - Sussurrou-lhe enquanto fazia as mãos deslizarem sobre os braços magros dela. – Vais vencer qualquer concorrência…

Pon sorriu e acalmou-se.

- Mas eu não gostei nada daquele… prepotente, convencido! – A maknae cruzou os braços à frente do peito.

- Mais um motivo para não o poupares de nenhum dos teus… golpes… das tuas torturas… - Doojoon estava a escassos centímetros de tocar com os seus lábios no pescoço da maknae mas a porta do escritório de Kyuhyun a abrir-se fê-lo afastar-se num ápice.

- Ah Pon… já chegaste! – Kyuhyun esboçou um sorriso. – Como é que correu? – Perguntou, tentando esconder um sorriso matreiro.

- O velho até gostou de mim… mas acho que tenho concorrência. E a minha vontade é de acabar com ela já! – Disse, enquanto pegava numa das espadas chinesas que tinham em exposição na sala.

- Cuidado com isso. – O mais velho alertou. Eram as espadas que um dos seus mentores lhe oferecera antes de morrer. Coisas com grande valor simbólico.

- Esta espada ficava tão melhor se fosse espetada… - Pon foi impedida de continuar a frase.

- Andas muito sanguinária Pon-chan. – Kyuhyun sorriu. – Gosto de ver o teu empenho. Nee, depois contas-me o resto. Eu tenho de sair agora…

- Vais onde? – A maknae perguntou.

- Tratar de negócios…

- Estou tão mais esclarecida agora… - Ela disse ironicamente.

- Mas que bando de curiosos! Até logo. E comportem-se! – Disse com ar mais sério antes de desaparecer pela porta.

- Não percebo para quê tanto mistério… qual era o mal de nos dizer onde vai?

- Deixa-o ir… Nós também não lhe vamos obedecer…

- Como assim?

- Não vamos ser bem comportados. - Doojoon aproximou-se novamente.

~~

- Obrigada por me teres trazido até aqui… - Kim agradeceu enquanto tirava o cinto de segurança. – Mas não era preciso incomodares-te…

- Não é incómodo nenhum… - TOP pousou a mão sobre a perna da rapariga.

- Calma baby boy… - Ela riu enquanto retirava a mão do rapaz de cima da sua perna. – Não me desconcentres que eu tenho de ir trabalhar, lembras-te? Não queres comprometer o sucesso desta missão, pois não?

- Não. – Ele respondeu simples.

- Óptimo. Até logo. – Kim preparou-se para abrir a porta do carro mas TOP impediu-a.

- Janta comigo hoje. – Pediu em jeito de afirmação.

- Tu não tens uma noiva para isso? – Brincou. Vendo que o rapaz fechou a expressão, sorriu novamente. – Ás 20h no teu apartamento.

- O Min Woo vem treinar por volta das 17h… - Ele informou.

- Certo. Eu vou-me divertindo até lá. – A rapariga finalmente saiu do carro. TOP arrancou rapidamente.

Tirou da carteira o seu novo cartão de sócia do Centro Desportivo de Automobilismo de Seul, passou-o na máquina à entrada e seguiu pelas instalações da pista de corridas de Stock Car Racing.

Dirigiu-se à sala que TOP tinha providenciado para si e trocou as suas roupas normais pelo uniforme de piloto.

Eram agora 16 horas. Ainda teria uma hora inteira para dar umas voltas pela pista no carro que TOP lhe tinha arranjado.

Quando chegou à box, uma equipa contratada também pelo empresário, dava os últimos alinhamentos ao carro e verificava se estava tudo pronto.

- Boa tarde senhores. – Cumprimentou-os.

- Olá menina Kim. – O chefe da equipa aproximou-se de si. – Vai querer experimentar?

- É para isso que estou aqui…

- Tem a certeza que sabe como é que isto funciona? Não é uma brincadeira… É perigoso.

Kim colocou o seu dedo à frente dos lábios do homem.

- Nunca duvide das minhas capacidades! – Disse em tom sério. O homem recuou um passo para trás. – Eu conduzo melhor do que o senhor ou qualquer um dos seus assistentes aqui. – Sussurrou-lhe em tom provocativo e afastou-se dele.

- Está tudo em ordem? – Perguntou a outro homem que acabava de verificar os pneus.

- Sim dona. Pode experimentar.

- Obrigada.

Kim colocou o capacete e entrou dentro do carro. Apertou o cinto de segurança e ligou o motor. Destravou, engatou a primeira mudança e, no segundo seguinte já se encontrava a deslizar sobre o alcatrão.

Depois de uma volta completa à pista em tempo recorde e com um manuseamento perfeito do automóvel, a loira voltou à box. Parou, desceu do carro e aproximou-se do homem que a observava de queixo caído.

- Então… quer ensinar-me como se faz? – Perguntou, estendendo-lhe o capacete.

- N-não menina. – Ele disse ainda incrédulo.

- Bem me parecia. – Kim virou-lhe as costas, voltou a pôr o capacete e entrou no carro.

Deu mais algumas voltas e depois resolveu parar um pouco para beber água e esperar pelas 17 horas.

~~

- Boa tarde. Será que me pode ajudar a escolher um vestido? – Kyuhyun perguntou a uma das jovens raparigas que trabalhavam na loja.

- Boa tarde. Claro que sim. Venha até esta secção. – Kyuhyun seguiu-a. – Tem ideia do que pretende?

- Algo sofisticado… mas sexy. Para uma festa de negócios importante.

- Vou mostrar-lhe alguns. Depois o senhor escolhe o que mais lhe agrada. – A rapariga sorriu e começou a escolher alguns modelos que foi mostrando ao rapaz.

Chegou a um pronto que Kyuhyun já não conseguia encontrar diferenças entre eles. Estava perdido no meio de tanto vestido.

- Aish! Chega! Já vi vestidos suficientes.

- E gostou de algum?

- Sim… alguns…

- Algum em especial?

- Não sei. Eu gostei deste preto… e daquele azul ali. – Apontou. – Mas este branco também é bonito…

- É difícil escolher… eu posso dizer que gosto bastante deste. – Mostrou-lhe um em tons de bege com um pequeno folho e um cinto em preto.

Kyuhyun pegou no vestido e começou a analisá-lo.

- Eu pretendia algo mais formal… mas este é bonito. Ok, pode embrulhar. Acho que lhe serve.

- Tem a certeza? Escolheu rápido.

- Sim. É esse.

- Em todo o caso, se houver alguma mudança de planos e quiser trocar, esteja à vontade.

- Obrigada. Mais uma coisa… Sapatos. É capaz de me mostrar alguns modelos, tamanho 38?

- Claro.

Depois dos sapatos e ainda de uma mala escolhidos, Kyuhyun pagou tudo e a rapariga estendeu-lhe o saco. O rapaz sorriu e saiu da loja.

- As coisas que eu já faço… - Murmurou enquanto caminhava em direcção ao carro, estacionado mais à frente. – Até a comprar vestidos eu já perco tempo…

Enquanto esperava que o semáforo dos peões passasse a verde para atravessar para o outro lado da rua, uma rapariga familiar chamou-o à atenção.

Observou melhor e reconheceu perfeitamente Miya com um rapaz. Iam de braços dados a conversar animadamente. Entraram num café.

Kyuhyun ficou desconfiado. Quem seria aquele rapaz? Porque é que ele não o conhecia? O que Miya andava a fazer com ele?

Os mistérios da rapariga mais velha já o começavam a aborrecer… Tinha de descobrir o que ela andava a fazer.

~~

- Tens a certeza que não queres comer nada? – Donghae perguntou mais uma vez.

- Não, obrigada. Eu estou bem só com o café. – A rapariga sorriu. – Mas diz lá, qual é a coisa importante que tens para me dizer.

- Eu… não sei como hei-de começar… - Ele disse, hesitante.

- Respira Hae. – Miya pousou a sua mão sobre a do rapaz. Estava fria e trémula. – O que é que se passa?

- Eu não aguento mais Miya, eu tenho de te contar. Eu não consigo mais esconder isto!

- Estás assustar-me. Esconder o quê?

Donghae levantou-se de repente da sua cadeira e aproximou-se da morena. Ela nem teve tempo de assimilar as coisas quando sentiu os lábios do rapaz pressionarem os seus.

- Eu amo-te Miya. Amo-te muito.

- Q-quê? – Ela ficou sem reacção.

- Miya, por favor. Eu sempre gostei tanto de ti… mas aceitei calado que andasses com o Eunhyuk. Mas agora… ele está em coma naquele hospital há tanto tempo… e eu não consigo mais ver-te sofrer por causa dele…

- O que é que estás a dizer Hae?

- Dá-me uma chance Miya, por favor. Eu amo-

- Não! – Miya empurrou o rapaz e levantou-se. – Tu não sabes o que estás a dizer…! – Ela pegou na mala e começou a afastar-se.

- Miya, por favor! – Donghae chamou-a, sentido já os olhos húmidos. – Não, te vás embora… por favor.

Quando ele acabou a frase já a rapariga saía porta fora.

Donghae abaixou o rosto e escondeu-o com as mãos. Lágrimas começaram a cair-lhe dos olhos.

~~

Já passavam alguns minutos das 17 horas. Kim levantou-se do seu banco improvisado e deu uma olhadela rápida à volta.

Um sorriso desenhou-se nos lábios da loira quando avistou No Min Woo preparado para entrar no seu carro mais à frente. Pegou no capacete.

- Senhores… - Chamou a atenção da sua equipa. – Vou precisar dele agora… - Apontou para o carro.

Os homens afastaram-se e ela colocou o capacete e entrou dentro do veículo.

Min Woo já se encontrava mais à frente, por isso Kim carregou ainda com mais força no acelerador para se aproximar dele.

A pista estava quase vazia naquele dia, apenas uns três ou quatro pilotos a treinar. Min Woo ia a conduzir distraidamente. Nada de grandes velocidades, queria relaxar.

Olhou pelo retrovisor e viu um carro vermelho atrás de si. Não o conhecia, de certeza que era um piloto novo.

O rapaz sorriu. Gostava sempre de correr contra os novatos dali, gostava de experimentá-los e ver como se comportavam.

Vendo o carro vermelho cada vez mais próximo, aumentou a velocidade do seu veículo como forma de desafio.

Kim sorriu. O seu ponteiro do velocímetro subiu dos 200 para os 220 km/h e continuaria a aumentar.

Min Woo cerrou os olhos. Estavam a dar-lhe luta. Gostava disso.

Não demorou muito até Kim se colocar ao mesmo nível do que o rapaz. E ultrapassou-o com uma velocidade que surpreendeu o rapaz.

Tentou a todo o custo voltar a assumir a liderança, mas Kim nem lhe deu hipóteses. A loira só abrandou quando começou a chegar à box. Min Woo parou na sua, um pouco mais à frente. Saiu do carro e caminhou na direcção do carro vermelho, de onde a rapariga também saía.

- Impressionante… parabéns. – Comentou ao chegar perto dela.

- Obrigada. – Kim agradeceu enquanto tirava o capacete.

- Ainda mais para uma rapariga… - Completou, admirando-a.

- Devo considerar isso como um elogio… ou como um comentário machista?

- Como elogio. – Sorriu. – No Min Woo. – Estendeu-lhe a mão.

- Kim. –A loira apertou a mão do rapaz.

- Kim? Estranho… Nunca ouvi falar de ti…

- Lá por nunca teres ouvido falar de mim, não quer dizer que eu não seja boa…

- Tens jeito para a coisa…

Kim rolou os olhos.

- Queres outra demonstração? – Ela perguntou.

- Se conseguires repetir a proeza, pago-te uma bebida.

- Feito. – Kim bateu com o seu punho no do rapaz e voltou a entrar no carro.

Desta vez, Kim deixou-o vencer. Queria testá-lo.

Quando saíram dos carros, Min Woo ostentava um sorriso triunfante.

- Parece que não és assim tão boa… - Provocou.

Kim assentiu com a cabeça enquanto contorcia os lábios.

- Mesmo assim… aceitas a bebida?

- Mas não te comeces a gabar muito… - A loira começou a andar em direcção ao bar.

Min Woo sorriu e seguiu-a.

(continua...)

A título de curiosidade:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sab Nov 20, 2010 6:57 pm

OMOOO
btw, adoro o vestido *-*
E os carros tambem Cool
ahah to-me a passar, nunca pensei que usasses as pistas de corrida na realidade xD
No MinWoo!! OMG estou-me a passar só de me imaginar a correr com ele ahaha que lindo *___* sou mesmo patroa, deixar o menina ganhar... Cool
E o TOP tambem é um abusado! I like it.
Naturalmente o Kyu anda a comprar coisas para a sua mintae ne? Razz
Mas e o taec? isso nao avança? a mintae anda muito santa xD
a pon e o doojoon sairam-me cá uns pervs :O
Ah e podes escrever coisas pervertidas à vontade que eu cá nao me importo nada!
Opa, miya, eu sei que amas o eun mas tens de avançar, tadinho do donghaaae T-T
Entao e o nich? esse tambem anda muito desaparecido Cool
ai e eu que vou tomar uma bebida com o Woo? *morre*
Estranho a Kim ainda nao se ter regalado com o aspecto da sua vitima xD
CONTINUAA QUE ESTOU A AMAR
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
shadows_owner
Aprendiz
avatar

Mensagens : 149
Data de inscrição : 08/09/2010
Idade : 34
Localização : Penela, Coimbra

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sab Nov 20, 2010 7:46 pm

OMO....
amo tanto isto! Muito a frente...
Não te preocupes, Min... gostamos dos teus personagens assim mesmo! XD
Continua! cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ahri-mr.livejournal.com/
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   Sab Nov 20, 2010 9:41 pm

liiindo! adoro adoro adoro!!!! continuo com pouca imaginaçao..por isso..continua assim! XD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Vários Kpop] Playing With Fire   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Vários Kpop] Playing With Fire
Voltar ao Topo 
Página 2 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Kingdom Of Fire
» Rhapsody Of Fire - "From Chaos To Eternity" (2011)
» Acessórios para amplificador (knobs, cantoneiras, alças...)
» Playing for change
» DOCUMENTÁRIOS E BIOGRAFIA DE BAIXISTAS

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FanFictions Wonderland :: FanFictions :: Kpop-
Ir para: