FanFictions Wonderland

Gostas de escrever e/ou ler FanFics? Então junta-te a nós e entra neste mundo de Kpop, Jmusic e fantasia ^-^
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 [Super Junior] MINE

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: [Super Junior] MINE   Seg Nov 08, 2010 3:27 pm




Prólogo

Uma rapariga de cabelos castanhos-claros, olhos grandes igualmente castanhos, lábios carnudos dormia profundamente no seu quarto. Esta rapariga chamava-se Cho Yuna, uma rapariga que aparentava ter os seus 23 anos. Era uma simples e simpatica rapariga. Os seus conhecidos viam-na como uma docil e bonita rapariga. Vivia numa casa pobre e por isso trabalhava num supermercado para ajudar a sua família que sempre teve dificuldades financeiras. Sua mãe trabalhava em limpezas, seu pai numa fábrica e ainda tinha uma irmã de 8 anos que estudava numa escola em Seul.
Apesar de a família ser bastante pobre, recentemente seu pai pediu um empréstimo, segundo ele a um amigo, estabilizando assim um pouco a complicada vida.

O sono de Yuna foi perturbado com uma discussão de seus pais. Ela olhou para o seu lado direito encontrando a sua irmã de 8 anos dormindo profundamente.

– Tu pediste-lhes dinheiro?!?! – ouviu a voz nervosa de sua mãe.

Yuna levantou-se e abriu a sua porta encontrando sua mãe com uma expressão preocupada e seu pai sentado no velho sofá com as mãos no rosto.
– Castiga-me por tentar salvar a nossa família!!! - retribuiu o pai.
– Salvar a nossa família?!? Tu acabaste de a assassinar!!!
– O que se passa? – perguntou Yuna olhando os dois.
– O que se passa?! O teu pai pediu dinheiro á máfia!
– O quê?! – Yuna aproximou-se do pai preocupada.
– E agora eles ligaram a pedir o dinheiro!! – a mãe continuou.
– Quanto!?
– 2.500 euros!! Dinheiro que não temos!!
– Oh meu deus! Pai porque pediu a eles?! Você sabe que eles são perigosos!!! – perguntou Yuna em choque.
– Eu fiz para o vosso bem!! – urgiu o pai se erguendo do sofá nervoso.
– Para o nosso bem?!?! Vais pedir dinheiro á máfia!? Pensaste nas consequências!? – retribuiu a mãe.
– Eu vou arranjar o dinheiro!!!
– Como vais arranjar o dinheiro?! O prazo é até amanha!!
– O que eles disseram ao certo? – Yuna perguntou tentando acalmar os ânimos.
– Que tinha de entregar o dinheiro amanha ou eles fariam uma penhora.
– Uma penhora?
– Sim, levariam aquilo que quisessem.
– Deixe os levar pai!! É muito melhor assim!! – Yuna disse. – Ligue-lhe e diga que não temos dinheiro e para eles virem buscar algo a casa!!
– Não é assim tão fácil Yuna!! Nós não temos nada em casa que vá valer 2.500 euros! – a mãe notificou.
– Temos de ter mãe! Nem que fiquemos sem nada!
Da porta do quarto de Yuna saiu a sua irmã mais nova esfregando os olhos.
– Que se passa? – perguntou depois de ouvir os gritos.
– Nada querida, vamos para cama. – Yuna disse voltando para o quarto com a sua irmã deixando os seus pais na sala pensando numa solução.

*************************

Cidade de Seul, uma cidade enorme e vista por muitos como desenvolvida e segura.
No entanto nem todos os segredos das cidades são descobertas e muitos dos segredos são obscuros.
Obscuros negócios que são comandados por pessoas que não têm remorsos do que fazem, seja matar um pai de família porque ele não pagou o devido dinheiro, seja assassinar uma família inteira só porque eles falaram demais.
Uma vida de perigo e injustiça, assim é a vida da Máfia de Seul.
Palavra Máfia significa uma organização criminosa que não impõe limites para alcançar aquilo que desejam. Apesar da polícia saber da sua existência poucos eram os que se atreviam a investiga-los porque acabariam ou enterrados ou incendiados.
Apesar do nome Máfia ser universal não existia somente uma organização mafiosa. Existiam grupos que se exterminavam uns aos outros somente para alcançarem o poder da cidade.


Num Club, perto do centro de Seul, encontrava-se um grupo de homens sentados numa mesa conversando.

– O que vamos fazer Hyukjae sshi? – um homem moreno perguntou a outro homem que se encontrava sentando na cadeira atrás da secretária.
– Humm… – Hyukjae de fato extravagante encostou-se na cadeira pensando numa solução. – O prazo termina hoje não é?
– Sim. – o mais entroncado de nome Siwon afirmou.
– O que disse o homem? – perguntou novamente Hyukjae.
– Disse que não tinha dinheiro para pagar.
– Ah sim? Então vamos fazer uma visita á família Cho. – ele disse se levantando da cadeira.
– Eu gosto da ideia. – o mais velho, de nome Leeteuk e cabelo castanho, disse com um sorriso seguindo o mais novo.

*************************

Yuna chegou do trabalho e subindo as escadas da velha casa entrando na mesma que estava ás escuras.
Depois de pousar o casaco avançou em frente e sentiu umas mãos imobilizando-a e nesse preciso momento as luzes ligaram-se.

– AHH! – ela urgiu vendo a sua família no chão. – NÃO!! – ela urgiu escapando-se dos braços fortes e atirando-se de joelhos no chão perto de seus pais e de sua irmã.
– Como te chamas? – uma voz masculina perguntou do canto.
Yuna sentiu um enorme calafrio quando olhou em volta e se viu rodeada de homens fortes e com bastões na mão.
– Yuna. – ela respondeu com a voz terminada olhando o chão e vendo uns pés cobertos por sapatos caros se aproximarem lentamente de si.
– Hyukjae. Sabes porque estamos aqui? – perguntou depois de se apresentar.
– Não. – ela mentiu com medo de represálias. – A minha família, estão m…
– Não, por agora estão apenas adormecidos.
Por agora? O que aquele homem quis dizer por agora?!
– Bem, temos aqui um grave problema Yuna. – ele continuou. – O teu pai deve-nos 2.500 euros e não há nada aqui em casa que possa cobrir isso. No entanto… – Yuna sentiu uma mão no seu queixo forçando-a a olhar para cima. – No entanto eu acho que tu valerias isso. – Hyukjae respondeu.
– O quê?
– Levem-na. – ele ordenou para os seus capangas.
Yuna sentiu uma forte pancada na nuca perdendo os sentidos e caindo sobre sua mãe.

You are Mine...
My Pretty Slave...


Sorry não resisti! Tive de postar lol
É pequeno porque é uma introdução XD
Espero que tenham gostado. ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PonHyunMin
Administradora
avatar

Mensagens : 954
Data de inscrição : 22/06/2010
Idade : 24
Localização : Paradise ^-^

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Seg Nov 08, 2010 5:03 pm

Nhai, estava mesmo ansiosa por isto *-*

Citação :
– Que tinha de entregar o dinheiro amanha ou eles fariam uma penhora.
– Uma penhora?
– Sim, levariam aquilo que quisessem.

Eu vi logo que eles iam levar a Yuna assim que li isto...

Aish...o Eunhyuk todo mafioso... Cool *me likes*

Ela agora vai ser escrava dele?

Quero a continuação~!! *-*

_________________

Out of all these people, I chose you.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fanfic-wonderland.ativoforum.com
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Seg Nov 08, 2010 5:41 pm

GRRRR já me esta a dar os nervos :O
Eu vi logo que a penhora era ela ú_u
cigano do hyukjae. és mesmo porco a levar a menina >:[ *mata ele*
Passo-me com estas historias xD (mas adoro ler e escrever xD) odeio que as pessoas nao tenham liberdade e poder nelas proprias e agora ela vai virar escravaaa T-T
ai vá, o eun até que é hot assim Cool
Mas coitadinhaaa!! :O
Continua!! *____*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Seg Nov 08, 2010 7:06 pm

Cho Yuna... é minha prima! XD
Ai opá! Cenas com a máfia nunca dá bom resultado! O pai dela devia ter pedido um empréstimo ao banco ou assim... aish!
OMONA~~! O Hyuk é o chefão! Ele fica tão hot sendo tão badass! Cool
E o Siwon e o Leteuk too *-* *me likes*
Ai ai ai eles vão levar a minha prima!!!! O que é que lhe vão fazer OMO *worried*

Continua ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Seg Nov 08, 2010 8:13 pm

Cho MinTae escreveu:
Cho Yuna... é minha prima! XD
Ai opá! Cenas com a máfia nunca dá bom resultado! O pai dela devia ter pedido um empréstimo ao banco ou assim... aish!
OMONA~~! O Hyuk é o chefão! Ele fica tão hot sendo tão badass! Cool
E o Siwon e o Leteuk too *-* *me likes*
Ai ai ai eles vão levar a minha prima!!!! O que é que lhe vão fazer OMO *worried*

Continua ^^


OK, morri com essa da primaa x''DD
e yuna vira oficialmente prima da mintae xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Seg Nov 08, 2010 9:12 pm

hyukjae baddass? me liiiiikes!!! me likes A LOOOOOOOT!!! XDDDDD
tadinha da yuna....isto vai ser bastante mau...ou nao...afinal, siwon, leetuk e eunhyuk?? nao me importava! *apanha* xDDD

anyway, ta muito fixe! continua!

LOOOL min, essa foi demais!" e pronto...a yuna é oficialmente prima da min! xDDD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Ter Nov 09, 2010 5:03 pm

Obrigado girls ^^
Aqui vai o proximo ^.^


O que pode uma pessoa fazer quando lhe é roubada a vida da maneira mais injusta que se possa imagina? O que pode ela fazer quando tudo depende dela? Quando vidas de pessoas importantes dependem dela? Quando perde a sua liberdade?

– Onde estou? – Yuna abriu os olhos olhando em redor tentando perceber onde estava.
Encontrava-se num quarto não muito grande. As paredes brancas do quarto puxavam a luz que ultrapassava o vidro da única janela existente. O quarto simplesmente tinha uma grande cama com lençóis brancos e uma mobília igualmente branca. Yuna levantou-se da cama e tentou abrir a porta mas a mesma estava trancada.
Sentia tanta fome. Já não comia á mais de um dia e de certeza que esteve desmaiada durante todo dia.
Repentinamente o pensamento dela voou para a sua família.

– NÃO! – urgiu ela correndo novamente contra a porta e batendo na mesma.

Passado meia hora de gritar e implorar, Yuna sentindo a porta a abrir-se afastou-se. Um homem de olhar poderoso entrou e puxou-a pelo o pulso enquanto a mesma gritava e tentava fugir.
Ele levou-a pelo o corredor grande da mansão até ao fundo do mesmo onde tinha uma grande porta.
– Entra! – O homem ordenou abrindo a grande porta.
Com a força que foi empurrada, ela desequilibrou-se e caiu no chão perto dos pés de alguém. Com receio a mesma continuou com o rosto virado para o chão.
– Obrigado Yesung. – o homem na sua frente agradeceu.
– Com licença. – Yesung revirou os calcanhares e saiu do escritório deixando os dois sozinhos.
Finalmente Yuna levantou o rosto vendo Hyukjae olhando-a. Ela olhou em volta e viu que se encontrava numa especie de escritório.
– Levanta-te. – ele ordenou.
Rapidamente ela obedeceu levantando-se receosa.
– Beija-me. – ele ordenou depois de um breve silêncio.
– O quê? – ela perguntou confusa afastando-se dele.
Hyukjae mordeu o labio inferior e perguntou.
– Yuna amas a tua família?
– Onde estão eles?! – Yuna urgiu seguindo em direcção ele.
– Em tua casa, a salvo.
Yuna respirou de alívio, eles estavam bem.
– Por favor eu juro que o meu pai arranja o dinheiro!
– Tsc Yuna ah eu já fiz a penhora. – ele disse com um olhar que chegava a meter medo.
– Já? O que penhorou?
– Tu. – ele respondeu calmamente.
– Ah?! – ela exclamou sem entender. – Vais-me matar? – perguntou ela.
– Não, que prazer me darias se estivesses morta? – sorriu se aproximando dela e empurrando-a brutamente contra a parede do escritório.
Yuna urgiu quando sentiu as suas costas baterem na parede dura. Sentindo-se fraca desequilibrou-se, Hyukjae segurou-a na cintura e olhou no rosto atraente dela.
– Gostas da tua família? – ele perguntou.
– Sim.
– Queres que eles vivam? – perguntou sorrindo.
– Claro! – ela respondeu.
– Então sabes o que fazer.

Yuna engoliu em seco e lentamente aproximou seus lábios dos lábios dele.
Quando tocou nos lábios dele, sentindo-se nervosa apenas lhe deu um beijo simples.
– Não é assim que se beija minha linda escrava. – gozou ele puxando-a para si e envolvendo a sua língua na dela num beijo sem qualquer pudor.
Enquanto se beijavam ele colocou suas mãos por dentro da camisola dela que urgiu empurrando-o.

– Mais tarde ou mais cedo serás minha Yuna. – ele disse arranjando-se e abrindo a porta do escritório. – Leva-a para o quarto, eu tenho de ir tratar de uns assuntos.

– Sim Hyukjae sshi. - disse Yesung entrando novamente no escritório para puxar Yuna que lutou para se livrar dele mas novamente sem sucesso.

************************************

Em casa de Yuna seus pais acordaram e olharam em volta vendo a casa desorganizada. O pai olhou a filha mais nova ainda no chão dormindo do efeito do gás. Pegando nela, seguiu para a deitar na sua cama. A porta de casa abriu e surgiu uma rapariga mais ou menos da idade de sua filha mais velha.

– Tios o que aconteceu aqui?! – ela urgiu olhando em volta e vendo a casa destruída.
– Nada de mais filha. A tua prima foi dormiu a tua casa não foi?
– Não tia, eu vim buscar a Yuna para irmos trabalhar.
– Parece que não penhoraram nada. – o pai disse saindo do quarto de Yuna depois de ter deitado a filha mais nova.
– O quê?! Ela não foi dormir a tua casa?! Por favor Mintae liga para o telemóvel dela!
– O que se passa? – o pai perguntou.
– A Yuna não foi dormir a casa da minha irmã!! – a mulher respondeu alterada.
– Mas ontem foi sexta, ela não costuma ir lá dormir?
– Sim tio! Mas ela disse que estava preocupada com algo e quis vir dormir a casa. – explicou Cho Mintae enquanto tentava ligar á sua prima.
A mãe de Yuna seguiu até á cozinha verificando se tudo estava nos sítios.
– Ela não atende. – Mintae disse desligando a chamada.
– NÃO! – ouviram o grito desesperado da mulher na cozinha.
– Tia! O que aconteceu!? – Mintae foi em direcção á cozinha e encontrou na parede branca a seguinte inscrição.

"A divida foi salva por a penhora da vossa filha. Tentem algo e será o fim dela."

– Oh não… – Mintae murmurou olhando a inscrição a tinta vermelha. – Tios o que aconteceu á minha prima? – ela perguntou formando lágrimas nos seus olhos, lembrando-se da sua melhor amiga.

************************************

Yuna dormia na grande cama quando sentiu a porta do quarto se abrir.
Olhou o pequeno relógio em cima da mesinha de cabeceira que marcava as 3 horas da manha.
Com medo do que iria acontecer em seguida simplesmente fechou os olhos fazendo de conta que dormia.
Sentiu alguém subir na cama e se aproximar dela.
Esse alguém, encostou-se a ela deixando-a nervosa que se tentou afastar empurrando-o.

– Estavas a minha espera? – a voz masculina perguntou num sussurro no ouvido dela.
Foi a única coisa que ouviu antes de Hyukjae agarrar o corpo dela e se posicionar em cima do mesmo.
– Não por favor não! – ela urgiu tentando empurrar a mão dele que agora estava na sua coxa.
– É pior se resistires. – ele avisou começando a retirar a roupa dela.
– Por favor, eu faço qualquer coisa mas isto não! Por favor! – ela continuou os gritos deixando lágrimas cair sobre o seu rosto.
Ele sorriu e desapertou as suas próprias calças baixando em seguida o boxer preto para libertar o seu membro.
Enquanto ele se despia, Yuna consegui pontapeá-lo e empurra-lo começando a gatinhar para fora da cama no entanto Hyukjae agarrou brutamente o seu tornozelo e puxou-a de volta para o meio da cama.
Yuna continuou a mover-se tentando se afastar dele novamente, enquanto ele lhe tirava as suas roupas íntimas sobre as suplicas dela.
– Pára! – ele ordenou agarrando o pescoço dela para a imobilizar enquanto entrou dentro dela numa só estocada ouvindo um grito dela. – Oh yeah! – ele gemeu roucamente. – Parece que sou o teu primeiro não é? – ele gozou começando a movimentar-se dentro dela em seguida sem esperar que a mesma se ajustasse ao membro dele.
Yuna simplesmente gritava, tentando se livrar do controlo dele.
Os gemidos, os gritos, os sons e as suplicas dela só o excitavam ainda mais. Ele lembrava um animal, um monstro que não se importava com ela que estava em pleno sofrimento.

– Huh onde me venho? Dentro, fora ou boca? – ele gozou enquanto a mesma ficou apavorada. – Veremos. – finalizou com um sorriso.

Yuna com o seu interior, tentava expulsar o intruso, no entanto cada vez que o fazia a sua dor aumentava bastante. Era como ele estivesse a destruir o seu interior. Era uma situação dolorosa e o facto de Hyukjae estucar violentamente não diminuía a dor.
Hyukjae sorriu olhando o corpo atraente dela suar na sua frente. Ele retirou o seu membro feito perda somente para voltar a estucar novamente e violentamente dentro dela que exprimiu um gemido doloroso. Yuna fechou os olhos tentando controlar a dor, no entanto parecia impossível.
Num gemido longo e rouco Hyukjae retirou-se dentro dela e desfez-se no corpo suado dela que gemeu de alivio.

– Uahu já não me lembro a ultima vez que tirei a virgindade a alguém. – comentou ele se arranjando enquanto olhava Yuna nua na cama ofegante e soluçando. – Fui assim tão mau? – ele gozou com um sorriso arrogante no rosto.

Yuna virou o rosto e deixou lágrimas caírem sobre a sua pele pálida, não acreditando no que tinha acontecido. Aquele monstro, aquele nojento, aquele cabrão usou o corpo dela para se satisfazer. Yuna sentia nojo de si mesma.
No entanto se tudo isto era para o bem da sua família, ela iria aguentar.

You Are Mine...
My Pretty Slave...


Gostaram? ^^
Sim, os vossos comentários deu-me a ideia de por a Min ^^
Não me interpretem mal, eu adoro o meu monkey mas ele tem de ser mau!!
E acreditem! A Yuna ainda vai sofrer muito nas mãos dele. ^^
Sorry monkeyzinho... Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Ter Nov 09, 2010 5:29 pm

God. TAdinha da Yuna, está apavorada.
E bom mesmo a situação nao sendo de rir eu tive de me rir quando apareceu a Mintae xDD
Coitados dos pais. Bem que eles podiam ser herois e salvar a filha :c
Que nojo!
VOu matar este eun. Nojento, nojento. Porco, irritante ù.u
E ainda goza! Filho da puta. Porque é que ela nao o seduzia ia para cima dele e depois matava-lhe a piroca à dentada?! Assim já nao havia violações para ninguem .|.
Continua, eu quero ver chegar o dia em que ele vai sofrer -.-
Nee, continuaa, eu gosto destas fics intensaas Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Ter Nov 09, 2010 9:55 pm

Nhai *-* Thanks por esta participação especial no capítulo Miya XD Eu quando vi que ela era "Cho" não resisti em dizer que ela era minha prima xD
Aiiii eu estou preocupada com o que possa acontecer à Yuna... confused
Ai bruto do Yesung! Que horror! Não era preciso tratá-la tão mal! Evil or Very Mad
E o Hyukjae! AISH! Eu nem consigo comentar o quão horrível e filho da puta ele foi!
Foi mesmo estúpido! Que horror! Nojento! Como é que ele consegue ser assim? Evil or Very Mad
Tadinha da Yuna!
Ela tem de sair dali!!!

Nhai *-* Mais! Isto é viciante e eu fico aqui a sofrer por mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Ter Nov 09, 2010 11:38 pm

ok...est hyukjae de um raaaaio da-me vontade de arranjar uma bigorna daqelas grandes e manda-la vir de um predio e aterrar na cabeça dele!!!!! qe noooooooooojo de gajo! --' iaics! -.-''

tadinha da yuna....mafia é o qe dá!
amei a referencia à min! ftw! xD

continua...ta um maxiimo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Qua Nov 10, 2010 9:02 pm

Thanks amores ^^
Ainda bem que gostaram! Ah e Cho ainda és capaz de aparecer em mais algumas cenas. Se não te importares claro. ^^

Um monstro. Uma criatura assustadora muitas vezes ligadas a crituras inexistentes que nas épocas antigas se temiam.
Agora será que os monstros existem mesmo? Como se classifica um monstro?


Yuna abriu os seus olhos, enquanto a luz do sol que ultrapassava a janela iluminava o seu corpo nu. Enquanto deitada, lembrou-se da sua noite anterior. A sua pureza havia sido roubada por um monstro, um homem nojento e sem remorsos. Olhou o seu corpo nu e sentiu nojo de si mesma. O que mais pedia naquele momento era que tudo o que acontecera não passasse de um pessadelo. Mas os lençois sujos de sangue representavam a principal prova de como tudo tinha acontecido verdadeiramente.
Ergueu-se da cama e seguiu até á pequena casa de banho que existia no quarto, para pelo menos se lavar e limpar do toque nojento de Hyukjae. Entrou no banheiro e ligou a água começando a esfregar o seu corpo bruscamente como se estivesse sujo com o toque dele.
– Eu tenho nojo de mim… – ela sussurrou limpando as lágrimas.

Quando terminou o banho enrolou-se numa toalha que tinha no lavatório e encontrou a empregada mudando os lençóis sujos.
– Bom dia. – a senhora cumprimentou. – O menino Hyukjae deixou esta saca para si. – disse entregando uma saca.
Yuna olhou para dentro da saca e encontrou roupa nova.
Vestindo a roupa, aproximou-se da janela e reparou que a mesma estava aberta. Olhou a árvore ao lado da mesma e sorriu. Tinha de arriscar.

************************************

Hyukjae encontrava-se no seu escritório com o resto da organização olhando as estatísticas de possessão da cidade de Seul.

– Hyukjae sshi parece que temos novamente concorrência. – notificou Leeteuk olhando as estatísticas no computador.
– Já sabem o que têm de fazer em relação a isso, não? – Hyukjae perguntou sem dar a mínima importância.
– Sim, mas a concorrência este ano está bastante forte Hyukjae sshi. – disse outro dos capangas.
– Não quero saber Kibum. Eu quero é que resolvam isso, mas antes precisamos de fazer desaparecer Yuna se é que entendem.
– Claro Hyukjae sshi – concordou Yesung. – Aliás já tratamos disso. – mencionou novamente.
– Já?
– Sim irá acontecer uma misteriosa explosão de um carro onde ela estará. – explicou Leeteuk.
– Ainda bem. Agora onde está o médico?
– O Ryeowook disse que já estava a chegar. – disse Siwon desligando a chamada.
– Quando ele chegar avisem-me, estarei no quarto com ela.
– Sim. – disseram todos enquanto Eunhyuk saiu do escritório.

Hyukjae seguiu até ao quarto, quando entrou no quarto não havia sinal da morena.
Olhou a janela do quarto aberta e correu até á mesma vendo a rapariga descer a árvore ao lado.

– RAIOS!! – ele urgiu saindo do quarto a correr. – YESUNG!! SIWON!! RÁPIDO! A YUNA FUGIU!! – ele urgiu chamando-os e correndo para fora da casa para a perseguir.
Chegando ás traseiras da mansão, ele correu pelo jardim vendo-a ao longe saltar as grades e entrar no bosque que existia atrás da mansão. Hyukjae saltou as grades seguido por os outros dois.
Yuna continuava a correr ofegante, mas não sabia por onde estava a ir porque não conhecia o bosque cerrado.
Perdida olhou em volta sentindo uns braços fortes agarra-la e puxa-la.
– NÃO!!! – ela urgiu batendo em Hyukjae que infelizmente conhecia aquele bosque desde pequeno. Quando saíram do bosque Hyukjae simplesmente a atirou contra as grades.
– Tu não sabes mesmo obedecer não é?! Pode ser que assim o faças!! – ele urgiu finalizando com um duro chapo no seu rosto provocando a sua queda no chão.
Irritado, ele agarrou o cabelo dela e levantou-a enquanto a mesma gritava e lhe tentava bater mas sem sucesso. Ele somente levantou-a para atirar-la novamente contra as grades fazendo-a cair mais uma vez no chão.
– Por favor… – ela pediu já ofegante. – Mais não.
Ele baixou-se e agarrou o cabelo despenteado dela.
– Tentas fugir outra vez e é o fim da tua família! – ele avisou se afastando dela. – Siwon pega nela.
O mais forte dos três baixou-se e pegou em Yuna ao ombro sem ouvir uma única reclamação por parte dela.

************************************

Quando a noite caiu, Yuna dormia no quarto.
– Aqui está ela. – Yuna acordou ouvindo a voz dele. – Examina-a e vê se ela está bem de saúde. – ele pediu ao homem mais baixo que entrou olhando a bela rapariga assustada.
– Bom dia, eu sou Ryeowook e sou médico, estou aqui para ver se estás bem de saúde. – ele apresentou-se enquanto Hyukjae deixava o quarto.
– Minhas costas doem. – ela murmurou.
– Então vamos lá ver isso. – ele disse se aproximando e levantando a camisola dela.
Ryeowook arregalou os olhos analisando as costas vermelhas.
– Cais-te? – perguntou ele.
– Fui contra uma grade. – ela respondeu novamente num sussurro.
– Estou a ver. Eu vou-te por uma pomada e logo ficarás boa. – ele disse mostrando um sorriso.
– Obrigado. – ela agradeceu sentindo a pomada fria cair sobre as suas costas quentes e feridas.
– Terás que pôr uma vez por dia a pomada ok?
Ela assentiu.
Durante uma hora inteira, Ryeowook analisou o corpo inteiro dela. Escrevendo tudo numa folha.

– Prontos Yuna, já te podes vestir.

A rapariga começou a vestir-se, tremendo de frio e de cansaço só queria descanso.
Enquanto se vestia Ryeowook deixou o quarto e seguiu até á sala onde estava Hyukjae olhando a lareira enquanto bebia o seu Wisky antigo.

– Hyukjae sshi já fiz o respectivo exame. – disse se aproximando dele enquanto o mesmo o olhou. – Ela está bem de saúde, no entanto terá de se alimentar melhor.
– Obrigado Ryeowook.
– De nada Hyukjae sshi.
– Eu acompanho-te á porta.

Hyukjae acompanhou o médico á porta e depois de se despedir subiu as escadas para o quarto dela.
Entrou dentro do mesmo olhando Yuna que se arrepiou sentindo aqueles olhos negros em si.

– Porque chamaste um médico? – ela perguntou. – Pensei que era tua escrava.
– E és, por isso morta ou doente não me darás prazer. – ele disse com um sorriso nojento.
– Tu metes-me nojo.
– Só? Só te meto nojo? E medo? Tens medo? – ele perguntou olhando-a e aproximando-se dela com o tipico sorriso arrogante.
O olhar de Yuna tremeu e a mesma desviou-o o rosto.
– Bem me parecia. – ele disse sorrindo e puxando o rosto dela ao encontro do seu, beijando-a sem pudor algum.
Yuna sentia-se esgotada, só queria descanso mas as mãos de Hyukjae pousaram em seu atraente corpo coberto por uma camisola comprida.
– Por favor…estou cansada. – ela implorou.
– Escrava não tem direitos, nem sequer de descansar.
Hyukjae empurrou-a para a mesma se deitar sobre a cama.
Ele beijou seu pescoço.
– Hyukjae sshi por favor…
– Isso babe, chama o meu nome. – ele gozou.
– Por favor. – ela choramingou.
Quando os corpos estavam colados algo vibrou entre os dois.
Hyukjae parou e ergueu-se para atender o telemóvel que se encontrava no bolso de suas calças.

– Ya?
Hyukjae aconteceu um problema, precisamos de ti aqui no club. – ouviu a voz do seu sócio.
– Aish não podem resolver vocês?
Não, tem a ver com uma das strippers.
– Ok ok já vou. – disse desligando o telemóvel e se baixando para beijar novamente os lábios carnudos da rapariga.
– Veste isto, vens comigo. – ordenou ele se levantando e entregando uma saca branca.
– Por favor eu sinto-me cansada. – ela pediu.
– Sério? – perguntou fingindo um rosto preocupado. – Sabes que mais? Não quero saber, se eu digo para vires, tens de vir. – ele ordenou.
– Ok. – ela desistiu pegando na roupa e começando-se a vestir, no entanto quando ia tirar a camisola olhou-o esperando que o mesmo sai-se do quarto.
– O que foi babe? – ele perguntou olhando-a.
– Eu quero me vestir. – ela pediu.
– Então veste-te. – disse com um sorriso.
– Mas…
– Eu não vou sair, aliás não há nada ai que ainda não tenha visto. – provocou ele olhando o relógio caro no seu pulso.
Yuna sentiu o seu rosto esquentar enquanto despia-se sobre o olhar dele.

You Are Mine...
My Pretty Slave...


Espero que tenham gostado!! ^^
Eu sei! O Hykjae é um sacana!! Mas vocês nem imaginam o que é para mim escrever isto e depois vejo o verdadeiro Hyukjae que nada tem a ver com isto! XD fico tão aliviada ^^
Aqui neste capitulo não acontece muita coisa mas para o proximo vai ser desumano, apenas digo isto. Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Qua Nov 10, 2010 10:31 pm

OMO este capitulo foi brutal. Adorei a cena dela acordar e tomar banho... tao real. coitadinha T-T. E dela fugir. aaaai parecia que estava a ver um filme.
bolas, porque é que ela nao conseguiu?? U_U
Malditos bosques.
O ryeo tao fofo *-*
Este eun é estupido. ele quer que ela esteja saudavel e depois nao a deixa dormir? tipo... oO devia morrer -.-
Estou com medo do proximo capitulo >_< mas continua!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Qua Nov 10, 2010 10:49 pm

Nee Miya, é claro que não me importo ^^ Podes usar-me quando precisares xD (isto soa mal *apanha*)

Aish! Tadinha da Yuna!
O Eunhyuk é que é um porco do pior e agora ela é que se sente mal!
What? Eles iam matar a minha prima? OMONA~ Isso não! Ai eu juro que mato o Eun se ele fizer isso u.ú
Ai, aquela cena de ele a atirar contra as grades foi mesmo má! Tadinha dela! Aish!!!
Monstro é mesmo a melhor definição para ele!
O Wookie é médico ^^ Interessante Cool
Ai opá, dá-me tanta agonia de vê-lo a abusar e ser mau para ela assim...
Mas estou a gostar tanto do enredo *-*

Continua please ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Qua Nov 10, 2010 11:19 pm

este eun da-me vontade de desatar aos murros, PAH! mas concordo com a kim...isto pareceu de filme......ainda bem qe o verdadeiro eun nao tem nada a ver com isto *suspira*
gostu da personagem do ryuk! fofiiii

qero mais! mesmo qe desumano! xDDD

ta muuuito fixe! =)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Qui Nov 11, 2010 6:45 pm

Obrigado meninas!
Fazem-me tão feliz XD
Ah queria dizer uma coisa. Se quiserem ouvir as musicas do fic são:
I love the way you lie (Rihanna e Eminem)
Russian Roulette (Rihanna)
In the end (Linkin Park)
Monster (Super Junior)
Basicamente são com estas musicas que escrevo a fic XD


Uma mente distorcida. Uma mente que pensa em cada minuto magoar o outro, mesmo quando ele implora. Uma mente que se alimenta de violência. Assim é a mente dele?

Hyukjae entrou no club com Yuna que apesar de estar muito cansada e dorida das costas sentiu uma agradável sensação de respirar ar puro novamente. Ele olhou-a e entrelaçou sua mão na dela somente para não a perder de vista. Yuna quando sentiu o gesto olhou-o confusa sem o entender. Ele entrou nos bastidores seguindo em direcção ao staff onde se encontrava o seu escritório. Quando entrou no escritório, o seu sócio Shindong, estava sentado na sua cadeira mas logo se levantou quando o viu.

– O que se passa Shindong? – perguntou ele olhando o sócio e uma stripper sendo agarrada por dois brutamontes.
– Quem é? – perguntou o mais velho olhando Yuna e se aproximando da mesma.
– Hey já tem dono. – Hyukjae disse afastando amigo que sorriu.
– Compreendo Eunhyuk. – disse ele chamando-o por o seu apelido.
– Então o que fez ela? – perguntou ele olhando a stripper.
– Foi dar com a língua nos dentes.
– Sério? Hum então tem sido uma má stripper?
– Por favor Eunhyuk sshi não me mate!!! – a mulher começou a implorou desesperadamente.
– Tragam-na. – Hyukjae ordenou deixando Yuna para trás que ficou na sala com o sócio.
– Que merda fiquei sem stripper para hoje. – Shindong comentou, mas logo seus olhos pararam em Yuna. – Hey boneca já sei o que vais fazer hoje, de certeza que Eunhyuk não se vai importar.

***************************************

Eunhyuk encontrava-se numa sala escura olhando a stripper sendo espancada pelos dois brutamontes.

– Então babe de que lado estás? – Hyukjae perguntou baixando-se á altura dela que estava a ser segurada pelos os dois homens.
– Do seu… – ela disse finalizando num gemido doloroso.
– Humm que pena eu não acreditar. – gozou retirando a arma do seu casaco e disparando em direcção ao abdómen dela enquanto os dois brutamontes a atiraram para o chão inanimada.

Hyukjae sorriu saindo da sala, no entanto quando entrou na sala de espectáculos perdeu o sorriso. Yuna era empurrada pelos os homens bêbados que tocavam no seu corpo nu.
Um homem do dobro tamanho do dela agarrou-a e beijou-a apalpando o seu corpo no procedimento.

– Não! Larguem-me por favor! – ela gritou desesperada levando um chapo de um dos homens que a agarrou novamente.
O olhar de Hyukjae tornou-se intenso olhando os homens que não pararam de tocar no corpo atraente dela.
Aproximando-se do grupo puxou Yuna para si e soqueou um dos homens que caiu sobre o bar.
Os homens em redor logo se afastaram vendo de quem se tratava.
Hyukjae olhou o rosto assustado da rapariga e tirando o casaco tapou o seu corpo nu levando-a para os bastidores.

– Quem te disse para ires para ali?!?! – ele urgiu irritado.
– Eu…eu fui obrigada! – ela urgiu aflita.
– Tu! Arranja-lhe roupa! – ordenou ele para uma dançarina que logo obedeceu e levou-a para uma das salas.

Hyukjae abriu a porta do escritório e encontrou o amigo fumando na cadeira.
– Que seja a ultima vez que pões a Yuna a dançar sem a minha autorização! – Hyukjae discutiu batendo com o punho na mesa.
– Calma Eunhyuk não sabia que ias ficar desse jeito!
– Eu disse-te que ela já tinha dono!
– Ok ok culpa minha, desculpa. – ele desculpou-se. – Eu não sabia que a estimavas.
– Não é a questão da estimar, é a questão de ela ser minha!!!
– Ok ok compreendo não volta a acontecer.
– Espero bem que não! – disse Hyukjae saindo do escritório em seguida.

***************************************

Quando chegaram á mansão, Yuna subiu as escadas acompanhada por Hyukjae que a levou para o mesmo quarto.
Quando entraram na divisão Hyukjae puxou Yuna e olhou-a nos olhos intensamente.
– Quem sou eu? – perguntou ele agarrando forte no braço dela chegando-a mesmo a magoar.
Yuna engoliu em seco olhando o olhar zangado dele.
– Meu dono?
– Linda menina. Então também sabes que só aceitas ordens de mim. Certo?
Yuna assentiu.
– Que seja a última vez que aceitas ordens de outros.
– Mas eles obrigaram-me e…
– Não quero saber. – disse ele. – Tu és minha escrava, só eu posso mandar em ti!
Yuna baixou o olhar no entanto ele forçou-a a olhar novamente para ele.
– Não me vires o rosto quando estou a falar contigo! – ele discutiu abanando-a.
– Por favor Hyukjae sshi estás-me a magoar! – ela choramingou sentindo o seu braço sendo quase partido.
– Entendeste?!?! – ele perguntou novamente.
– SIM! – ela gritou sendo atirada contra a parede atrás de si enquanto ele bateu na parede ao seu lado.
– Da próxima vez que isso acontecer, terás castigo! E olha que eu não sou meigo. – disse ele para depois acrescentar. – Mas tu já sabes isso não? – ele perguntou beijando os lábios dela sensualmente e puxando o lábio inferior dela entre seus dentes, ouvindo assim um gemido de dor dela.
Quando se afastou, olhou uma marca que ela tinha no pescoço.
– O que é isto? – ele perguntou retirando o cabelo do pescoço fino.
– Foi quando estava a dançar. Uns dos homens mordeu-me. – ela explicou tapando a ferida com a sua mão.
Hyukjae agarrou a mão dela para observar a marca.
– Qual deles foi? – ele perguntou.
– O que bateste. – ela retribuiu.
Hyukjae sorriu olhando a marca.
– Eu não quero que a minha escrava ande com marcas de outros, as tuas marcas somente podem ser feitas por mim, por i…
– Eu ponho maquilhagem! – ela disse antes que ele pensasse algo doido para fazer.
Hyukjae sorriu e assentiu.
– Agora descansa. - ele avisou saindo do quarto.

***************************************

Os dias na enorme mansão passavam a voar. Apesar de poder caminhar livremente na mansão Yuna não se apercebia dos dias a passar. Sabia que já estaria naquela mansão á mais de 2 meses mas não tinha a conta certa. O seu corpo continuava a ser usado. Continuava a ser maltratado, ou seja ela continuava a ser o brinquedo preferido dele.
Quase todas as noites ele lhe fazia algo novo e desumano, fosse viola-la toda a noite, fosse deixa-la uma semana na cave presa numa cadeira ou na parede fria. Isto tudo somente para ouvir as suplicas dela e os gritos dela, algo tão nojento e inexplicável para ela.
Num dia, Yuna foi levada para fora da mansão. Depois de entrar num carro foi levada até a um sítio que ela conhecia muito bem. Saiu do carro negro como lhe mandaram e olhou em redor. Estava numa rua perto do super mercado onde antes trabalhava.
– O que estou aqui a fazer? – ela perguntou a Siwon que estava dentro do carro.
– O Hyukjae sshi está dentro dessa casa, vai ter com ele. – ele disse apontando para uma casa em construção.
Quando Yuna ia a avançar ouviu outra voz no carro chamando-a.
– Não tentes fugir. Pode te correr mal. – Yesung avisou carregando no pedal do acelerador do carro deixando Yuna sozinha que não sabia o que fazer.
– Yuna? – ouviu uma voz conhecida.
– Min! – ela gritou olhando a prima que abriu um enorme sorriso.
– Oh meu deus Yuna! Estás viva!! – a prima urgiu abraçando-a. – Estás com um aspecto horrível!! – a prima comentou. – Vamos embora!!
– Eu não posso fugir. Eles acabam por me encontrar!
– Vamos!! – ela disse puxando a prima no entanto alguém agarrou-a.
– Hyukjae sshi! – Yuna urgiu olhando o homem que a olhava calmamente, mas Yuna conhecia aquela expressão, significava que ele estava mais que furioso.
– Onde vais? – ele perguntou olhando-a.
– Quem és tu?! – Min perguntou irritada.
– Hyukjae, muito prazer.
– Min este é um amigo. – Yuna disse sentindo Hyukjae apertando demasiado o braço dela.
– De certeza que é amigo? – provocou Min olhando Hyukjae que sorriu.
– Claro que sou. O que pensava?
– Não sei, talvez o cabrão que raptou a minha prima! – ela insultou.
– Mintae pára!! Ele é um amigo!
– Eu conheço-te Yuna! Consigo perceber que tens medo dele!
Hyukjae repentinamente levou a mão ao bolso e tirou a sua arma disparando. A sorte de Mintae, foi que Yuna apercebendo-se, bateu no braço dele e o tiro parou na parede.
Min arregalou os olhos ficando paralizada.
– Por favor eu imploro-te! Deixa a ir…não a mates…por favor. – Yuna implorou desesperada sussurrando no rosto dele.
– Eu tinha razão! – Min exclamou ainda a provocar.
Hyukjae voltou a levantar a arma.
– NÃO! Hyukjae por favor!! Por favor ouve-me! – ela implorou segurando o rosto dele nas suas mãos. – Eu faço tudo o que tu quiseres mas deixa a ir. Por favor.
Hyukjae olhou a sua escrava e voltou a olhar Mintae.
– SAI DAQUI MINTAE!!! – Yuna urgiu.
– Eu não vou sem ti!
– Por favor! VAI! – ela gritou.
Cho Mintae acabou por ir contrariada. Começou a correr sempre olhando para trás vendo a prima. Quando ela virou a esquina Yuna respirou de alívio.
Hyukjae atrás dela tinha a respiração acelerada.
– Acabaste de assinar a tua sentença de morte. – ele ameaçou rangendo entre os dentes e agarrando o corpo dela.

***************************************

– AH! – outro grito entoou na mansão.
– Dói?! É para doer! – Hyukjae urgiu enquanto queimava Yuna com a ponta do seu cigarro no pescoço e no resto do corpo.

Yuna estava presa numa cadeira na cave com Hyukjae que a maltratava.
– Por favor…mata-me… – ela implorou.
Hyukjae pegou na sua arma e apontou á cabeça dela que fechou os olhos e sorriu.
Ele puxou o gatilho mas nada aconteceu.
– Achas que te vou matar? Que gosto teria eu? Eu adoro ver-te sofrer.
– O…que ganhas com isto?! – ela perguntou ofegante.
– Diversão babe. – ele respondeu enquanto tocava no corpo marcado dela.
Ela foi desamarrada da cadeira e como não se segurava em pé caiu no chão. Seu corpo nu tinha inúmeras marcas, marcas de dentes e de queimaduras.
Com uma gargalhada Hyukjae sentou-se na cadeira olhando o bom trabalho que fez.
– Vem cá. – ele chamou desapertando as calças.
Com esforço ela rastejou até ele.
Yuna arregalou os olhos quando viu o membro erecto dele.
– Engole-o. – ele ordenou apontando o seu membro em direcção a ela que com dificuldade se segurou a ele e o engoliu por completo ouvindo um gemido rouco e longo dele.
– A tua boca é tão quente! – ele comentou segurando o cabelo dela e dando-lhe o ritmo que queria. Que basicamente acelerava e abrandava.

Passando alguns minutos do trabalho oral, Hyukjae afastou-a do seu membro capturando os lábios dela para depois a empurrar novamente para o chão de costas para si. Levantou-a para a mesma se segurar de joelhos e cotovelos no chão e entrou dentro dela
– Ah! – ela urgiu sentindo-o estucar violentamente dentro si.
– Grita o meu nome!! – ele ordenou puxando o cabelo dela.
– Hyu..Hyukjae! Hyukjae! Hyukjae!! – ela gritava em pleno desespero.
– Isso… – ele disse num gemido sorrindo e adorando a maneira como ela gritava o seu nome. – Tu serás minha para sempre! Tu não tens escolha minha linda escrava! – ele disse tirando o seu cinto e chicoteando as costas dela ao ritmo que estucava dentro dela.
– AH! Não!! – ela gritava chorando. – Hyukjae por favor dói muito! Por favor!!
– Implora!
– Por favor amo! Por favor! PÁRE!! – ela urgiu tentando se afastar das chicotadas.
Hyukjae deu uma gargalhada e depois de mais algumas estucadas desfez-se dentro dela que urgiu sentindo o liquido invadi-la.
Hyukjae saiu dentro dela e a mesma embateu no chão frio.
– Aprendeste a lição? – ele perguntou apertando as calças enquanto a olhava as suas costas marcada com a forma do cinto.
– Sim amo. – ela respondeu.
– Muito bem babe, se continuares assim recebes um presente. – ele disse baixando-se sobre ela que sentia dores no corpo todo.
– Hyukjae sshi? – ela chamou quando o mesmo ia deixa-la sozinha. – Agora que fui castigada…a minha prima está a salvo? – ela perguntou ofegante.
– Tens a minha palavra. – ele disse saindo e subindo as escadas para sair da cave deixando-a sozinha no chão que adormeceu em seguida.

You Are Mine...
My Pretty Slave...


Eu disse que ele ia ser desumano!
Sorry ^^"
Anyway espero que tenham gostado^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Qui Nov 11, 2010 6:53 pm

okkkkkkkkkkkkkkk.....isto foi MAIS qe desumano....foi horrivel...barbaro? deeeeus, este hyukjae da-me vontade de vomitar, basicamente!!!!

de qualqer das maneiras, a fic ta brilhante! continua! =)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Qui Nov 11, 2010 11:14 pm

OMONA! *speechless*
Isto foi... tão mau! Tão horrível... como é que o Eunhyuk pode ser tão... cruel, monstro, desumano... tão... tudo de mal?
Eu até fiquei arrepiada com esta capítulo!
Até o Shindong é um bandido tarado! Evil or Very Mad
Aish! Aquela parte de ela ter de o chamar de "amo" e "dono" é tão revoltante!
Já passaram dois meses... eu não sei como ela aquenta tanta tortura todos os dias durante tanto tempo...
Opá, que merda! não consegui salvar a minha prima e ainda por cima ela ficou lixada por minha causa!
OMO ~ Aquele castigo foi tão cruel! Ele foi capaz de quimá-la com o cigarro! Shocked
Tadinha da Yuna! Aquele Hyukjae é um porco nojento! Sádico!
Que horror!

Mas eu estou a gostar muito da fic Miya! Isto está muito emocionante! Eu até me dá aqui uma coisinha quando venho ler!
Continua ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Sex Nov 12, 2010 7:57 pm

OPA MATEM-ME ESTE GAJO :O
juro que ele me mete nojo. era cortar-lhe a piroca às postas U.U
Como é que ela aguenta??
Juro que eu apesar de odiar tabaco e tal ja passei pela experiencia de me queimar com um cigarro no braço sem querer às custas do meu querido pai que se descuidou e choraminguei noite fora que aquela merda doi que se farta por isso imaginar este castigo é nojento, desumando e cruel e nao percebo como é que ela consegue manter-se consciente! :O
Eu morria logo :O
Cambada de taradoes nojentos nesta fic.
Pára de ser escravaaaa. tadinha, que revolta, foga-mo!
COntinua mas é senao desato aos socos! xDD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Sab Nov 13, 2010 7:51 pm

Thanks pelos os comentários!!
Todos a insultar o monkey! Ya ele é mesmo um idiota!
Mas neste capitulo vocês vão ficar de boca aberta! Novas personagens e novas mentalidades e sentimentos!


Just gonna stand there and watch me burn
Só vais ficar ai e ver-me arder
But that's alright because I like the way it hurts
Mas não faz mal porque eu gosto da maneira como dói
Just gonna stand there and hear me cry
Só vais ficar ai e ouvir-me chorar
But that's alright because I love the way you lie
Mas não faz mal porque eu gosto da maneira como tu mentes.

Como consegues amar alguem que te magoa?


Durante a noite, a organização saiu para resolver um problema. Uma questão de princípios. Pararam em frente de uma casa nos subúrbios de Seul.
– É aqui. – Leeteuk avisou quando o carro parou.
– Siwon vem comigo. – Hyukjae ordenou saindo do carro com o bastão na mão.

Ele chegou perto da casa e seguiu para as traseiras da mesma.
Quando entraram, os dois encontraram o homem do club que havia marcado Yuna sentando no sofá comendo batatas e assistindo porn. O típico normal dos homens que procuram sexo nos strips.
– Boa noite. – Hyukjae disse enquanto o homem largou as batatas e levantou-se de repente.
– Eunhyuk sshi?!
– Meu caro, penso que não resolvemos bem as coisas da última vez. – ele comentou aproximando-se dele com o bastão na mão.
– Senhor calma por favor, eu não fiz por mal! Eu não sabia que era sua conhecida!! – ele implorou caindo de joelhos á sua frente.
Hyukjae sorriu.
– Patético! – ele urgiu dando com o tacto na cabeça do homem que caiu no chão. – É a ultima vez que tocas e marcas aquilo que é meu! – ele urgiu dando um pontapé no corpo inanimado.

***************************************

Yuna acordou e encontrava-se no sofá da sala com cobertores por cima do seu corpo ferido. Tentou-se levantar mas não conseguiu. Olhou em volta e viu a lareira acesa.

– Menina já acordou! – ouviu a voz da emprega. - Quer tomar alguma coisa?
– Eu não posso, o meu amo não deixa.
– O menino Hyukjae não está, aliás nenhum deles está.
– Quem me trouxe para aqui? – ela perguntou.
– Penso que foi o menino Kibum.
A senhora voltou á cozinha e chegou com umas sandes entregando a Yuna que devorou a comida.
– Menina não odeie o menino Hyukjae. Ele não é mau rapaz.
– Ele raptou-me, violou-me, maltratou-me e não é mau rapaz? - ela disse ironicamente enquanto acabava com as sandes.
– Eu sei, por vezes ele pode parecer um monstro mas eu vi aquele menino crescer, a ele e ao irmão.
– Ele tem um irmão?
– Sim mas ninguém sabe dele.
– Como assim?
– Pensamos que tenha sido morto.
– Oh meu deus, ele matou o próprio irmão?!? - Yuna perguntou arregalando os olhos.
– Não, não! Na altura falou-se de serem represálias, visto que o pai tinha muitos inimigos.
– A máfia é um negócio de família?
– Á bastantes anos menina. O Hyukjae e seu irmão sofreram muito quando eram ainda crianças. Viram pessoas serem mortas, tiveram uma disciplina bastante repressiva e violenta.
– Por isso ele é violento.
– Sim, mas o irmão passou pelo mesmo e não era tão violento como ele. – ela mencionou. – Ele vai acabar por se cansar de si e mais tarde ou mais cedo será solta.
Yuna ouviu as palavras da senhora e sem perceber porquê não gostou das palavras. Palavras que lhe deviam deixar feliz deixaram-na triste.
«Porque não estou feliz?»

A porta da mansão abriu-se e a senhora levantou-se e seguiu rapidamente para a cozinha com o prato na mão.
Hyukjae olhou para Yuna, que o olhou com receio do que ele iria fazer. Ele aproximou-se e sentou-se no sofá que existia ao lado do sofá onde ela estava deitada.
– Vê isto. – ele disse ligando o enorme plasma.

“ Explosão de um carro em Seul, confirma-se a identidade da pessoa que ia no carro. Certificava-se de uma rapariga de 23 anos chamada Cho Yuna.”

Yuna arregalou os olhos vendo as imagens do carro a arder.
– Oh meu deus! Como fi…?
– Fácil, só tive de pagar aos laboratórios para mudarem a identidade do homem que te marcou.
– Tu mataste-o?!
– Ele marcou o meu território babe. – ele disse olhando-a. – Mas olhando agora só tens marcas minhas. – ele disse irónico. – Isso deixa-me orgulhoso do meu trabalho. – ele disse passando a mão nos lábios feridos dela.
Mais uma vez, Hyukjae mostrou-se violento e descontrolado.

***************************************

Durante toda a noite Yuna chorou lembrando-se do rosto dos amigos e familiares que pensavam que ela estava morta. A vontade dela era poder abraça-los e dizer que estava viva.
– Eu não aguento mais… – ela murmurou abraçando o seu corpo. – Eu odeio-o.
Levantou-se da cama e encontrou a porta do seu quarto encostada, abriu-a e encaminhou-se até ao escritório. Sabendo que Hyukjae guardava uma arma na gaveta direita de secretária, pegou nela e dirigiu-se até ao quarto dele.
Quando entrou no quarto encontrou o mesmo dormindo calmamente por baixo dos cobertores vermelhos.
Respirando fundo, ela subiu na cama, ficando de joelhos na mesma e pegando na arma aproximou-a da cabeça dele. Sentia uma raiva enorme dele, o que mais queria era fazê-lo pagar pela a dor que causou a si e á sua família.

– Eu odeio-te tanto… – ela murmurou enquanto apontava a arma á cabeça dele. – Tu não te vais mais aproveitar de mim… – ela disse cerrando os dentes enquanto chorava.
– Dispara. – Hyukjae disse abrindo os olhos lentamente. – Não é isso que queres fazer?
– Tu magoas-te me…tu…
– Dispara. – ele repetiu.
Yuna termia com a arma na mão apontando para ele que continuava cama deitado olhando-a com um olhar intenso.
– Tu metes-me nojo…tu és um monstro…tu mereces a morte.
– Então dispara. – ele disse erguendo-se e ficando á altura dela.
– O que se passa comigo?! – ela urgiu deixando ainda mais lágrimas correr o seu rosto. - Porque não te consigo matar? Porquê?! Tu…AHHH! – ela gritou irritada lançando a arma ao chão e olhando-o que aproximando-se dela beijou-a. Aquele beijo fez despertar algo diferente em Yuna, era como se o seu subconsciente lhe falasse. Yuna ouvia uma pequena voz na sua mente.

Hyukjae retirou a camisa de noite dela e beijou o pescoço dela ouvindo um pequeno gemido da boca sedutora dela. Ele subiu e olhou os labios feridos dela. Passou o polegar nos labios enquanto a olhava com um olhar cheio de luxuria, um olhar intenso.
– Amas o teu amo?
– ...
– Fiz uma pergunta. - ele ameaçou puxando o rosto dela para seu mas sem juntar os labios apenas sentiam as respirações um do outro. – Porque não me matas-te?
Yuna olhou os lábios dele e tentou aproximar-se mas Hyukjae afastou-se com um sorriso.
– Por favor. – ela implorou.
– Responde. – ele ordenou aproximando-se novamente.
– Eu amo-te Hyukjae sshi, eu quero-te. – ela disse agarrando-se ao pescoço dele e deixando o mesmo sentir os seus lábios.

Que vergonha…

Ele baixou os beijos pelo corpo dela e deitou-a na grande cama enquanto Yuna se agarrava ao seu pescoço sentindo a língua dele tocar na sua entrando num jogo sedutivo.

Tu gostas disto…

Ele desapertou o soutien dela e capturou um dos seus seios com a boca brincando com ele e mais uma vez ouvindo outro gemido dela que arqueava as costas para conseguir sentir mais daquela maravilhosa sensação. Ele cobriu o seu corpo com beijos e mordidas mas desta vez não tão violentas como antes.

Admite!!

Hyukjae subiu novamente e capturou os lábios dela enquanto entrava dentro dela com dois dedos. Yuna afastou-se da boca experiente dele para gemer.

Tu gostas de como ele te trata! De como ele te insulta! De como ele te usa!

Ele aumentou a velocidade dos dedos enquanto a olhava gemer e chamar o seu nome. Os olhos dele passaram no corpo marcado dela, inclinando-se sobre ele beijou todas as marcas e feridas que ela tinha. Yuna estava quase em loucura total. Ela não sabia como reagir. A mente dela havia desligado, o que ela mais queria neste momento era Hyukjae dentro dela. O seu subconsciente acertava nas palavras todas.

Galdéria! Tu queres senti-lo.

– Hyukjae sshi…eu não…agu… – Yuna gemeu segurando o braço forte dele.
– Isso geme para mim. – ele disse enquanto baixava os boxers e se posicionava entre as pernas dela. – Eu quero ouvir a tua voz minha escrava... – ele ordenou num sussurro.
– Sim...Hyukjae por favor.
– Sim? - o amo perguntou parando os dedos.
– Eu quero sentir, eu quero. Por favor deixe-me senti-lo. Eu quero senti-LO!! – ela urgiu quando o seu amo voltou a estocar os seus dedos dentro de si, agora adicionando outro.
– Tu não tens queres pois não? – ele disse num sussurro e mordendo a orelha dela.
– Nã...Ahh! – ela urgiu, arqueando o corpo quando sentiu Hyukjae acertar no ponto certo dentro de si.

Tu queres que ele te foda sem parar!

– Por favor amo fode-me. – ela disse tocando no seu corpo enquanto Hyukjae retirava os dedos dentro dela.
Hyukjae sorriu e inclinou-se para beijar os labios e no procedimento entrou dentro dela com o seu membro, começando a estucar dentro dela como sempre. Rude.

Olha para ti! Estás a gemer! Tu amas isto!

– Ah! – ela gemeu sentindo Hyukjae acertar no seu ponto fraco. – Oh Hyukjae sshi!!
– Ya geme assim...geme como a escrava obdiente que és! – ele ordenou.
– Amo...sim...

O cheiro, os gemidos, as sensações de ser fodida por ele. Tu amas!

– Ah Yuna! – Hyukjae gemeu sentindo os músculos internos dela envolver o seu membro.
– Hyukjae sshi mais… – ela disse tentando afastar a voz irritante da sua mente.

E pedes por mais como a galdéria que és.

Depois de algumas estocadas finalmente Hyukjae desfez-se dentro dela com um gemido misturado com o dela que se agarrou ao pescoço dele e espetou as unhas na nuca dele. No entanto ele não reclamou, muito por contrário deu um gemido de prazer.

Tal como ele diz, és a escrava dele.

Hyukjae puxou-a pelo o braço e levantou-a para se envolver num beijo com ela. Os dois ofegantes envolveram-se num beijo sem pudor e quase necessitado, suas línguas combatiam por controlo até Yuna desistir e deixar Hyukjae assumir o controlo.
Hyukjae afastou-se e deitou-se olhando-a que se levantou.
– Onde pensas que vais? – ele perguntou.
– Para o meu quarto Hyukjae sshi. – ela explicou com receio.
– Hoje dormes aqui. – ele ordenou afastando-se e dando lugar para ela.
Yuna assentiu e deitou-se ao seu lado, encostando o seu corpo suado ao dele que colocou o seu braço possessivo na cintura dela.

Ele usou o teu corpo novamente.

– Não faz mal, eu gosto da maneira como dói. – ela murmurou enquanto olhava o rosto de Hyukjae que abriu um olho interrogativo.
– Dorme. – ele ordenou.
– Sim amo. – ela respondeu fechando os olhos enquanto sentia a respiração dele no seu rosto.

***************************************

Na manha seguinte os dois foram acordados com o bater na porta do quarto descontrolado.
– Menino Hyukjae venha ver! É um milagre! – a empregada urgiu com lágrimas no rosto.
– O que aconteceu Lyin?! – ele disse levantando-se da cama e vestindo o robe e seguindo a mulher até á sala onde tinha alguém deitado no sofá. Yuna ficou curiosa mas o sono era tanto que ela revirou-se para o outro lado e voltou a fechar os olhos.
– Ele estava á nossa porta desmaiado! O seu irmão está de volta menino!
– Donghae… – Hyukjae murmurou olhando o irmão desacordado em cima do sofá com inúmeras feridas no rosto e no corpo. – YUNA!! – ele chamou pela a morena que logo se levantou vestindo a sua camisa de noite.

You Are Mine...
My Pretty Slave...


Ai adorei escrever isto!!!!Espero que tenham gostado.
Sim o Donghae é irmão do Hyukjae XD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kim
Moderadora Gráfica
avatar

Mensagens : 737
Data de inscrição : 05/07/2010
Idade : 25
Localização : Coimbra (devia ser seoul -.-)

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Sab Nov 13, 2010 9:28 pm

epa, isto esta mesmo muito fixe, muito bem escrito! Surprised
Adorei *o*
A puta agora está com a sindrome de estocolmo... u.u
Bela merda, podias te-lo morto mas gostas de continuar a ser maltratada!
O eun mete-me cada vez nojo, ela a entregar-se bue a ele toda apaixonada e ele sempre a trata-la como um objecto...
Porco -.-
E o donghae é irmao dele?? ahah, nao estava à espera. Ele é o bom da fita? :p
Dentro dos maus né, porque aqui nao vejo ninguem bom x)
Isto é incrivel, ja nao sei o que esperar xD
Continua!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/kimurapd
LaLa
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 551
Data de inscrição : 26/06/2010
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Sab Nov 13, 2010 10:37 pm

Só agora è que consegui ler tudinho , e estou a amar Miya-chan

Ai coitada a dançar nua para uns cabrões com o cio
Opa ele è mesmo badalhoco , isso não se faz com ninguém , aquela cena de queimar o corpo dela foi demais , coitada dela
Ele que lhe mandasse um pontapé e lhe metesse o pendericalho para dentro e depois enfiava uma vassoura na "vagina" simulada
Mas ela até gosta ?!?! Mas que m*rda . ... .
Ohhh haver se com o aparecimento do irmão , o Eun fica mais mansinho para a Yuna

Continua Miya-chan
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cho MinTae
Moderadora do Blog
avatar

Mensagens : 1128
Data de inscrição : 23/06/2010
Idade : 26
Localização : South Korea

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Sab Nov 13, 2010 10:57 pm

OMONA~! Eu... adorei isto *-*
A tua fic salvou-me a noite~
A Yuna afinal é masoquista!
Eu gostei das partes do subconsciente dela a manifestar-se...
E este capítulo ficou bem intenso... E não é que tenha muito a ver, mas eu pus-me a ouvir a Sorry Sorry Answer e isto deu aqui um efeito... ai mãe! *respira fundo* Principalmente naquela parte do "I'm slave for you~~"
E a parte do envolvimento dos dois... opá, eu amei isto!
Por incrível que pareça desta vez não odiei o Eunhyuk... tenho de confessar que até me vieram as lágrimas naquela parte em que a Yuna estava com a arma na cabeça dele (hoje estou tão lamechas meu Deus)
Aquela cena entre eles foi tão hot!
Até cheguei a achar fofo quando o Eunhyuk lhe disse para dormir com ele e colocou o braço por cima dela...
E agora a Yuna ama o Hyuk? OMO~
Tudo bem que ele é frio, porco, nojento, sem coração... mas eu acho que se ele gostar mesmo dela pode ser bem querido... lá à maneira meio doentia dele...
E pronto, chega de devanear ^^

Mais Miya *-*


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://chomintae.tumblr.com/
MiyaHaru
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 27
Localização : Porto. Portugal

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Seg Nov 15, 2010 10:21 pm

Mais uma vez muito obrigado mesmo *.*
Carro de Hyukjae
Este é o carro de Hyukjae depois vocês vão preceber.
XD é mesmo o carro dele!! Lol Sim o Eunhyuk oppa tem mesmo este carro na vida real XD
Eu amo o carro *.*


Hyukjae havia ordenado a Yuna para cuidar de seu irmão Donghae que estava fraco, provavelmente, na opinião de Hyukjae, ele deveria ter estado em cativeiro. Quando acordasse provavelmente estaria de rastos e traumatizado. Hyukjae estava quase sempre no quarto esperando que seu irmão acordasse.
Yuna conseguiu lucrar com isto porque Hyukjae como estava preocupado com o seu irmão não a usava ou raramente o fazia, deixando-a assim mais descansada.
Yuna estava pondo uma toalha molhada na cabeça do rapaz quando o mesmo gemeu com a temperatura do pano molhado.

– Está acordado? – ela perguntou olhando-o.

Os olhos do moreno abriram-se e pararam em Yuna que o olhava atentamente.

– Quem és tu? – ele perguntou olhando-a. – Onde estou?
– Em casa. – disse Hyukjae depois de entrar e encostar-se á parede do quarto.
– Hyung? Hyung és mesmo tu?! – o rapaz abriu um enorme sorriso enquanto abria os braços.
Hyukjae sorriu e aproximou-se do irmão mais novo, abraçando-o.
– Sim fish! Como te sentes?
Yuna olhava espantada o momento dos dois. Não sabia que Hyukjae gostava tanto do seu irmão. E aliás desde quando Hyukjae era querido? Ou melhor desde quando Hyukjae era querido para algum ser?
– Bem. O que me aconteceu hyung? -o mais novo perguntou depois do abraço
– Não te lembras?
Yuna olhava seu amo pasmada. Hyukjae tinha um sorriso no rosto que ela jamais havia visto. Um sorriso sincero.
– Quem é? – Donghae perguntou apontando para Yuna.
– Apresenta-te. – Hyukjae ordenou perdendo o sorriso.
– Cho Yuna, muito prazer.
– E o que és a mim? – Hyukjae perguntou.
– S...sua...escrava. – ela respondeu fazendo uma vénia.
– Escrava? Tal como o pai tinha. - Donghae comentou.
– Sim, sabes como é, dá sempre jeito. – Hyukjae falou como se Yuna fosse um objecto.
– Precisa de alguma coisa amo? Posso me retirar? – ela perguntou.
– Podes. – disse olhando-a sair do quarto.
– Uahu hyung, ela é muito bonita. – Donghae comentou.
– Sim, pois é. Agora conta-me tudo o que te aconteceu.
– Eu não me lembro hyung…
– Tu foste raptado sabes disso, não?
– Fui? Ah hyung eu não me lembro de nada. – ele disse com um rosto preocupado.
– Eles vão pagar pelo o que te fizeram, prometo-te fish! – Hyukjae prometeu fazendo uma festa na cabeça do mais novo que o abraçou novamente.

***************************************

Numa das noites, na enorme sala de jantar encontrava-se a organização jantando, como sempre toda junta e em silêncio.
Donghae chegou com a ajuda de Yuna que depois de o ajudar a sentar-se retirou-se para a cozinha. Donghae deu as boas noites e sentou-se na cadeira ao lado do irmão que estava na cabeceira da mesa.
– Bem-vindo de volta Donghae sshi. – Kibum cumprimentou.
– Obrigado. Hyung quando posso voltar ao trabalho? – Donghae perguntou olhando Hyukjae.
Hyukjae olhou-o e pousou os talhares.
– Hae ainda é cedo. Tu es…
– Ah não Hyukjae! Não me conheces?! Eu sou forte! Por favor quero entrar novamente no negócio.
– Vamos esperar, tu ainda não estás recuperado. A Yuna continuará a cuidar de ti.
– Porquê?! – o rapaz perguntou com um tom de criança quando está a pedir um doce.
– Fish ainda não estás curado. Se começares nesse estado irás piorar.
– Ok ok. – ele disse dando-se por vencido.
– Yuna!! – Hyukjae chamou a sua escrava que se encontrava na cozinha jantando com as empregadas.
– Sim? – ela perguntou chegando perto dele.
– Arranja-te. Vamos visitar uma pessoa importante. – ele ordenou. - Leva o vestido negro e as sandálias que te dei ontem.
– Posso tomar banho? – ela perguntou.
– Despacha-te.
– Sim amo. – ela disse retirando-se para o seu quarto, correndo até á banheira.
Em 5 minutos tomou banho e depois vestiu o vestido curto que o seu amo lhe havia dado. Colocou maquilhagem e calçou as sandálias. (Vestido/Sandálias)

– YUNA! – ouviu Hyukjae chamando-a.
Ela apressou-se a arranjar o cabelo e correr até ele que se encontrava no seu quarto pondo um dos seus relógios caros.
Yuna olhou-o de cima a baixo e teve de admitir. Ele estava tão atraente.(Hyukjae)
– Toma, põe isto. – disse ele entregando uma caixa grande de veludo.
A rapariga abriu a caixa e abriu um enorme sorriso olhando o colar e os brincos que pareciam diamantes. (Brincos/
Colar)
– É para mim? – ela perguntou.
– Sim, tens de estar apresentável. O senhor que vamos visitar é muito importante. – ele explicou enquanto punha o colar no pescoço dela. – Por isso não faças nenhuma estupidez ou corre mal para o teu lado.
– Sim Hyukjae sshi.
– Vamos. – disse puxando-a pela a mão.

***************************************

Um carro branco parou em frente de um enorme prédio de luxo.
Saíram do carro e Yuna olhou o enorme prédio com um sorriso.

– Uahu… – Yuna comentou olhando o enorme prédio.
– Yuna vais ficar ai? – perguntou Eunhyuk aproximando-se da porta.
Ela correu até ele e agarrou o braço másculo.
– Boa noite. – ele cumprimentou o porteiro que estava perto do elevador.
– Boa noite senhor Lee. O senhor Mishimaru espera-o no 26º andar.
– Obrigado. – ele disse entrando no elevador.
– Hyukjae sshi, como cumprimento o senhor? – Yuna perguntou inocentemente já dentro do elevador.
– Que tal um “boa noite senhor”? – ele disse num tom de gozo.
– Ok.
O elevador abriu-se e quando saíram do mesmo Yuna sentia-se nervosa olhando a maravilhosa sala que os seus olhos viam.

– Hyukjae sshi seja bem-vindo.
– Obrigado senhor Mishimaru. – Eunhyuk fez uma vénia.
– Boa noite senhor. – Yuna cumprimentou imitando Eunhyuk.
– Mas que bela menina. Sua namorada?
– Mais de que isso. – ele disse sorrindo.
– Oh quando é o casamento?
– Para breve, está convidado.
Yuna não o demonstrou mas o seu coração começou a bater que nem um louco ouvindo as palavras de seu amo. Ele queria se casar com ela?
– Mas venham senhores. – o homem convidou levando-os até á sala de estar onde tinha uma lareira e tudo estava maravilhosamente iluminado. – Sentem-se.
Hyukjae sentou-se e Yuna sentou-se logo a seguir ao seu lado. Mais uma vez Hyukjae mostrou um lado diferente pegando na mão dela e entrelaçando na sua. O senhor entregando duas bebidas ao casal.
– Desculpe, eu não bebo. – Yuna disse.
– Querida, só um pouco não te fará mal. – Hyukjae disse apertando a mão dela.
Yuna odiava a bebida mas a força da mão de Hyukjae fez-lhe mudar de ideia.

– Vejo que são um casal feliz. – disse o homem depois de uma breve conversa.
– Somos sim. - Hyukjae afirmou.
«Nem imagina o quanto» Yuna pensou ironicamente.
– Mas bom, vamos passar a assuntos importantes. Sempre faremos negócio?
– Por isso mesmo vim pessoalmente. Não me parece que a sua proposta seja a melhor.
– Mas porquê meu amigo?
– A zona que me quer comprar vale muito mais do que aquilo que me quer oferecer. – Hyukjae retribuiu.
– Compreendo. Amigos no entanto?
– Claro que sim. – Hyukjae assentiu bebendo um pouco da sua bebida.
– Mas sabe meu amigo por vezes é melhor dizer sim. – o homem disse com um olhar negro.
Hyukjae sorriu.
– E por vezes é melhor ficar em silêncio não lhe parece? – Hyukjae provocou.
Yuna olhou os dois esperando algo acontecer, no entanto os dois simplesmente sorriram.
– Sempre o mesmo! Faz-me lembrar o seu pai.
– Ah sim? Porquê?
– Porque nunca ouve o que os amigos lhe dizem.
– Engana-se nesse aspecto porque o meu pai nunca teve amigos. Tal como eu.
– Querido não me sinto bem. – Yuna disse na esperança de acalmar os ânimos e de sair dali.
Hyukjae olhou-a e assentiu.
– Voltarem-nos a encontrar? – Hyukjae perguntou se levantando.
– Oh fiquem mais um pouco. – o homem disse. – Pelo menos deixem-me mostrar o apartamento.
Yuna olhou Hyukjae que assentiu.
– Querido… – Yuna tentou, sentindo-se nervosa.
– Já vamos. – ele disse levantando-se.

O homem mostrou o maravilhoso e enorme apartamento todo recheado com objectos caríssimos muitos deles provavelmente roubados.
Depois sentaram-se novamente no sofá e abordaram vários aspectos de negócios, mas Yuna estava aflita para sair dalí, tinha um mau presentimento em relação ao "amigo" de Hyukjae.
Ela apertou a mão de Hyukjae que a olhou com um olhar interrogativo.

– Esperem aqui, vou buscar uma reliquia magnifica. – o homem disse levantando-se .
Quando o senhor Mishimaru saiu da sala, Hyukjae automaticamente olhou Yuna com um olhar ameaçador.

– Não achas que estás a abusar?
– Desculpe amo, mas eu sinto que algo não está bem. – ela disse olhando-o.
– O quê?
– Não sei, não confio no senhor Mishimaru.
– Cala-te e comporta-te, aos olhos das outras pessoas podes ser minha noiva mas aos meus olhos és minha escrava e se tal for preciso castigo-te como dantes.
– Sim amo. – ela disse olhando-o triste.

Na frente dos dois tinha um pequeno espelho de decoração. Hyukjae olhou o espelho e viu a sombra do homem que saia do corredor.
– Ora aqui está!
Hyukjae arregalou os olhos e puxou Yuna para o chão ouvindo-se um tiro.
No chão Yuna olhou Hyukjae que mordeu o lábio inferior e pegou na sua arma que sempre o acompanhava.
– Deixa-te estar assim baixada! – ele ordenou olhando através do espelho o homem se aproximar com uma arma na mão.
– Então Hyukjae sshi gostas da minha linda arma que comprei? Tenho uma grande potência para estourar os seus miolos num segundo!
Hyukjae sorriu e disparou em direcção ao homem que se desviou.

– Yuna quando eu disser agora, tu corres para a porta de saída, entendido?
– Mas Hyukjae sshi…
– Faz o que te digo!! – ele urgiu levantando-se e começando a disparar sem parar em direcção ao homem que se protegeu atrás da parede que separava a sala de estar do corredor dos quartos, o opositor da saída. – Yuna agora!! – ele gritou enquanto disparava por cima do candeiro que caia sobre o homem.
Yuna correu para saída seguida por Hyukjae.
Os dois entraram no elevador apressadamente. Quando a porta do elevador voltou a abrir os dois sairam como se nada fosse.
– Boa noite senhor Lee.
– Boa noite. – Hyukjae cumprimentou saindo e correndo até ao seu carro branco. – Yuna entra rápido! – ele ordenou.
A morena entrou e ele carregou no pedal a fundo deixando um rasto de fumo para trás.

You Are Mine...
My Pretty Slave...


Gostaram? Espero que sim^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nayomira
Pro Writer
avatar

Mensagens : 357
Data de inscrição : 06/09/2010
Idade : 28
Localização : Somewhere around..

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Seg Nov 15, 2010 10:40 pm

UAUUUU!!!! espectacular! e peço dclpa de nao ter comentado no outru cap (porqe o li! XD) estao os dois espectaculares mesmo!
isto ta cada vez melhor! gostei da "ajuda visual" qe puseste! LOOOL
continua! isto ta um maximo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dbskportugal.forumeiros.com/portal.htm
LaLa
FanFiction Maniac
avatar

Mensagens : 551
Data de inscrição : 26/06/2010
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   Seg Nov 15, 2010 10:41 pm

Uhuhuh o Donghae já acordou
E ouve e engole o que o Eun lhe diz senão leva no pelinho
Gostei do vestido e das sandálias da Yuna
O Eunhyuk todo machão a disparar uma arma Cool e a defender a Yuna , uhuhuh na volta ainda vai mesmo haver casamento
Mas ele è tão mauzinho para ela

Isto está cada vez melhor
Continua sim Miya-chan
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Super Junior] MINE   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Super Junior] MINE
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Super Junior-Quiz
» Reconheça Super Junior
» Minha história com Super Junior, wee
» [Super Junior] Mamacita MV
» [Super Junior] Divulgada informações sobre os ingressos no Brasil

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FanFictions Wonderland :: FanFictions :: Kpop :: FanFictions Acabadas-
Ir para: